THE DELAGOA BAY WORLD

16/03/2012

O PRIMEIRO AVIÃO A ATERRAR NA CIDADE DA BEIRA, 25 DE JANEIRO DE 1936

Cerca das 10:45 horas de um sábado, dia 25 de Janeiro de 1936, o primeiro de oito aviões do "Cruzeiro às Colónias" (que fez a volta Lisboa-Lourenço Marques-Lisboa) aterrou no campo de futebol do Sport Lisboa e Beira. Os aviões vinham de Tete. Em terra, com os seus capacetes coloniais, os beirenses de então acenavam.

Tudo indica que o primeiro avião aterrou na Beira na manhã do dia 25 de Janeiro de 1936. Fazia parte de um conjunto de pilotos portugueses e as suas máquinas (eram 8) que, provavelmente como parte da imagem que o então regime queria realçar do “Portugal pluricontinetal”, fizeram o que ficou conhecido como o “Cruzeiro das Colónias”.

Nesta viagem, saíram 8 aviões de Lisboa (aeródromo da Amadora) no dia 14 de Dezembro de 1935 e chegaram a Lourenço Marques a 29 de Janeiro de 1936. Já no regresso só saíram três dos oito aviões (o resto voltou de barco, no Paquete Colonial), tendo estes chegado a Lisboa no dia 8 de Abril de 1936.

A seguir, alguma documentação e fotografias alusivas à epopeia aérea e a paragem na Beira.

Para facilitar um pouco as coisas à equipa de pilotos que voou para Moçambique, Salazar fez aprovar este decreto, garantindo algum apoio logístico, não fossem os mesmos "afogados" em detalhes administrativos na sua passagem pelos então territórios sob administração portuguesa.

A Gazeta dos Caminhos de Ferro de 1 de Fevereiro de 1936, dando conta do percurso do "Cruzeiro às Colónias", página 1 de 2.

Página 2 de 2. Vejam o percurso com 24 etapas separadas, entre a Amadora e Lourenço Marques.

Duas semanas depois, a Gazeta dos Caminhos de Ferro (16 de Fevereiro de 1936) relata a partida de três dos originais oito pilotos de Lourenço Marques, na direcção de Lisboa.

25 de Janeiro de 1936: um dos aviões sobrevoando o campo de futebol do Sport Lisboa e Beira, antes de aterrar, a população da cidade na rua para ver o espectáculo.

O avião levando o Major Pinto da Cunha aterrando na Beira. Dos oito aviões, não sei exactamente qual foi o primeiro a aterrar na Beira.

Os aviões em terra na Beira (1).

Os aviões em terra (2).

Os aviões em terra (3).

Os aviões em terra (4).

Os aviões em terra (5). O Coronel Cifka Duarte examina os aparelhos. Para os Beirenses, o cenário era insólito.

Seis dos oito aviões alinhados no campo de futebol do Sport Lisboa e Beira.

Já no regresso de Lourenço Marques para Lisboa, um dos aviões é obrigado a voltar à Beira, quando já ia na direcção de Tete.

À chegada a Lisboa dos três pilotos (mais um suplente), concluindo o "Cruzeiro Aéreo às Colónias", dia 8 de Abril de 1936. Na imagem estão o Ministro da Guerra, O Governador Militar de Lisboa e Inspector-Geral da Aeronática, junto dos aviadores que fizeram a viagem de regresso, logo após a sua aterragem: Major Sérgio da Silva, Major Pinho da Cunha, Capitão Moreira Cardoso e Coronel Abílio Augusto Valdez de Passos e Sousa.

Anúncios

4 comentários »

  1. Humm !… Seria mesmo o primeiro ?…
    Nos anos 30 existiam ja aviões em Moçambique e a Beira era certamente um dos pontos de paragem …
    De qualquer modo, vi algures (http://coisasdeabrantes.blogspot.fr/) que o primeiro raide aéreo às colonias portuguesas se realizou em 1928, de Lisboa (Amadora) a Lourenço Marques, em 2 aviões comandados pelo Capitão Celestino Pais de Ramos, tocando as localidades de Zumbo, Tete, Beira, Quelimane, e de novo a Beira, antes de aterrar em Lourenço Marques.
    Seja como for, o post e as fotos são interessantissimos.
    Durante muitos anos, até à construção do “novo” aeroporto na Manga, julgo que logo no inicio dos anos 60, a pista de aviação e uma aerogare rudimentar localizavam-se precisamente muito perto do estadio de futebol do Sport Lisboa e Beira, junto do bairro do Esturro.

    Comentar por Fernando Sampaio — 10/04/2012 @ 23:32

    • Olá Fernando, como referi noutra mensagem, a referência foi ao primeiro a aterrar da frota que compôs o 2º Raid em 1935. Mas vou actualizar esta artigo, até porque recolhi alguns dados sobre o 1º Raid em 1928, que já confirmei escalou a Beira. Muito grato pela mensagem mais uma vez. ABM

      Comentar por ABM — 12/04/2012 @ 01:48

  2. Recomendo este link para esclarecer qualquer dúvida sobre a aviação em Moçambique – http://voandoemmozambique.blogspot.pt/2014/01/855-armando-torre-do-valle.html
    Excelentes e raras imagens da Viagem de 36.

    JRB

    Comentar por Jaime Barata — 01/05/2015 @ 19:14

  3. Bonita biblioteca gostaria de partilhar mais informações só de Moçambique – Zambézia -Quelimane

    Comentar por Carlos Abudala — 15/02/2016 @ 07:44


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: