THE DELAGOA BAY WORLD

16/05/2013

CÉDULA DE CINCO CENTAVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE LOURENÇO MARQUES, ANOS 1920

O Luis Bulha, que tem um pós-doutoramento em numismática, enviou esta nota: “Não foi só em Lourenço Marques que apareceram essas notas (cédulas), mas em quase todas as principais cidades portuguesas de outrora…durante a grave crise económica que afectou Portugal no final da I Grande Guerra e, principalmente, nos anos que se seguiram, depois da referida Guerra, muitos cidadãos resolveram amealhar as moedas que se encontravam em circulação, visto que o valor do seu metal era superior ao próprio valor facial das moedas. Daí resultou, que houve uma falta significativa de moedas de valor facial mais baixo, pelo que, principalmente entre 1919 e 1922, várias instituições emitiram cédulas que vieram suprir essa escassez de trocos. Câmaras Municipais, Associações Comerciais e Industriais, Misericórdias, Mercearias, Papelarias, centenas de instituições,etc., emitiram essas cédulas, cujo valor variava, na sua maioria, entre um e vinte centavos. Basicamente era isto, num período bastante conturbado.”

Nota 01 LM

Face da “nota municipal” de cinco centavos da Câmara Municipal de Lourenço Marques.

Vreso da nota.

Verso da nota.

Anúncios

2 comentários »

  1. Eh!Eh!Eh!
    Não me gozes…
    Sou amante da filatelia, mas não chego a esse ponto…(lol)

    Comentar por Luis Bulha — 16/05/2013 @ 10:02

    • Em terra de cego quem tem olho é Rei. ABM

      Comentar por ABM — 16/05/2013 @ 10:04


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: