THE DELAGOA BAY WORLD

28/10/2013

JACINTO VELOSO, JORGE REBELO, MARCELINO DOS SANTOS E SAMORA MACHEL, ANOS 70

Fotografia restaurada.

Durante um discurso presumo que em Maputo, da esquerda: Jacinto Veloso, Rui Rebelo, Marcelino dos Santos e Samora Machel.

Durante um discurso proferido presumo que em Maputo, da esquerda: Jacinto Veloso, Jorge Rebelo, Marcelino dos Santos e Samora Machel. A ditadura que impuseram a Moçambique após a partida apressada dos portugueses foi como que uma segunda colonização, esta comunista-maoista e com requintes de malvadez. Em meia dúzia de anos Samora apercebeu-se que estava metido numa embrulhada de proporções épicas. Não a resolveu. Após a sua morte, como sucedeu em Portugal com António Oliveira Salazar, ficou a saudade de um homem carismático que falava incisivamente e que não roubava, o que suponho valha alguma coisa. Os outros continuam todos por aqui, a falar nos dias da “revolução”. Com o maior saudosismo.

Anúncios

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: