THE DELAGOA BAY WORLD

26/08/2018

AS AVENIDAS DOS DUQUES DE CONNAUGHT EM LOURENÇO MARQUES, 1926

A voluptuosidade ávida com que se alterava a toponímia das ruas de Lourenço Marques precedeu em muito a febre militante marxista pós-independência (mas claro). Por acaso, notei este pequeno caso, ao observar um mapa de Lourenço Marques de 1926. (ver em baixo).

Eu sabia que a artéria adjacente à Barreira da Polana, que hoje tem a designação do ideologicamente duvidoso Friedrich Engels, o camarada e patrocinador do mais conhecido e ideologicamente colorido Carlos Marx, durante muitos anos se designou Avenida dos Duques de Connaught (o duque era um filho da Rainha Vitória do Reino Unido, que visitou a pequena cidadezinha em 1906 com a mulher e a filha, a Princesa Patrícia).

O que não sabia era que, em 1926, essa Avenida se chamava Duque de Connaught, e que a (mais tarde) Avenida de António Ennes (um dos fundadores do Moçambique colonial, efectivamente), e que hoje é chamada Avenida Dr. Julius Nyerere (patrono e patrocinador efectivo da Frelimo e logo “fundador” do Moçambique pós-1975) se chamava Avenida da Duquesa de Connaught.

Parece que, quando baptizaram a Avenida António Ennes, os autarcas locais juntaram os Duques e a outra avenida se passou a chamar Avenida dos Duques de Connaught.

A isto se pode chamar trívia coca-cola.

 

Num mapa de Lourenço Marques de 1926, havia a Avenida da Duquesa de Connaught e a Avenida do Duque de Connaught.

4 comentários »

  1. Já agora e ainda em registo “trívia coca-cola” relembremo-nos que a Princesa Patrícia também teve direito a nome de rua em Lourenço Marques (a transversal à Av. 24 de Julho que passa pela Pastelaria Princesa e vai até ao Hotel Aviz) posteriormente renomeada “Rua Salvador Allende”. Já agora será curioso referir que nos anos 60 um jovem militar português em comissão de serviço em Moçambique e morador na Rua Princessa Patrícia gostou tanto dessa rua que deu o nome de Patrícia à sua filha. Esse jovem militar, felizmente ainda vivo, chama-se Aníbal Cavaco SIlva.

    Comentar por Rui Sérgio Martins Bingre do Amaral — 26/08/2018 @ 19:22

    • Olá Rui, obrigado pelo “eu mato, tu esfolas”…! cumprimentos, ABM

      Comentar por ABM — 26/08/2018 @ 19:25

    • Parabéns pelo vosso trabalho que tem grande valor histórico!
      Cumprimentos.

      Comentar por Rui Sérgio Martins Bingre do Amaral — 26/08/2018 @ 19:30

    • Pois mas faço isto porque gosto e porque há uns poucos valentes que também gostam….e ainda se lembram. abraço ABM

      Comentar por ABM — 26/08/2018 @ 20:33


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: