THE DELAGOA BAY WORLD

20/03/2012

O PIRI-PIRI DONA ANA DE VILANCULOS

Filed under: Piri piri Dona Ana de Vilanculos — ABM @ 22:55

Foto de Anna Zuconni.

Quando eu era miúdo, o Pai Melo em casa usava um molho de piri-piri "Dona Ana de Vilanculos" que só de cheirar fazia-me chorar. Parece que o Hotel Dona Ana em Vilankulos foi re-erguido e que o piri-piri está de volta. Agora falta ver se ainda me faz chorar de tão picante.

 

Segundo referiu o Sr. Manuel Barbosa, “Eu conheci pessoalmente a D. Ana, uma senhora negra que foi mulher de Joaquim Alves, estive na casa deles em Vilanculos e vi com meus próprios olhos a quantidade de frascos que ela fazia. O Hotel D. Ana em Vilanculos, foi o nome escolhido pelo Joaquim Alves em homenagem à D. Ana, com quem ele casou. Uma Senhora 5 estrelas. Morreu na miséria em Portugal depois da Frelimo lhe ter roubado todos seus bens, inclusivé o Hotel Vilanculos, Hotel D. Ana e mais todo o empreendimento na Ilha de Santa Carolina. A Senhora D. Ana ficou na miséria e morreu pobre num lar na Nazaré em Portugal. O marido da D. Ana, era Joaquim Alves. Conhecido em Vilanculos, pelos negros, como “o Rato das Palmeiras”, mas ainda não sei bem porque razão lhe puseram essa alcunha ao Joaquim Alves, talvez por ter começado o seu império como cantineiro, e todo o cantineiro tinha má fama. Mas, Joaquim Alves também tinha um irmão bem concorrente em Vilanculos, que era o José Alves. A concorrência entre eles foi feroz…”

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: