THE DELAGOA BAY WORLD

28/10/2013

JACINTO VELOSO, JORGE REBELO, MARCELINO DOS SANTOS E SAMORA MACHEL, ANOS 70

Fotografia restaurada.

Durante um discurso presumo que em Maputo, da esquerda: Jacinto Veloso, Rui Rebelo, Marcelino dos Santos e Samora Machel.

Durante um discurso proferido presumo que em Maputo, da esquerda: Jacinto Veloso, Jorge Rebelo, Marcelino dos Santos e Samora Machel. A ditadura que impuseram a Moçambique após a partida apressada dos portugueses foi como que uma segunda colonização, esta comunista-maoista e com requintes de malvadez. Em meia dúzia de anos Samora apercebeu-se que estava metido numa embrulhada de proporções épicas. Não a resolveu. Após a sua morte, como sucedeu em Portugal com António Oliveira Salazar, ficou a saudade de um homem carismático que falava incisivamente e que não roubava, o que suponho valha alguma coisa. Os outros continuam todos por aqui, a falar nos dias da “revolução”. Com o maior saudosismo.

12/06/2013

SAMORA MACHEL EM REUNIÕES DE ESTADO EM BRUXELAS, ANOS 80

Grato ao João Melo de Sampaio, que identificou o local e as pessoas.

Foto 1

Foto 1. Samora com Gastom Thorn, Presidente da Comissão Europeia, em Bruxelas.

 

Foto 2.

Foto 2. Segundo JMS, “Samora em Bruxelas com Gastom Thorn, Presidente da Comissão Europeia 1981-85, e Edgar Pisani, Comissário Europeu para o Desenvolvimento.

 

Foto 3.

Foto 3. Samora Machel.

Foto 4.

Foto 4.

Foto 5.

Foto 5. Samora Machel, Armando Guebuza, Jacinto Veloso. Em cima da mesa, caixas cheias de charutos Bolivar. Em frente a Samora, um maço de cigarros Marlboro. Ao fundo da sala, desfocado, Kok Nam.

Foto 6.

Foto 6. Guebuza, Machel, Chissano, do outro lado da mesa Jacinto Veloso.

Foto 7.

Foto 7. Joaquim Chissano, Samora Machel, Armando Guebuza, Jacinto Veloso.

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: