THE DELAGOA BAY WORLD

30/04/2012

A IGREJA DE MALEMA, 2011

Filed under: Malema Igreja 2011 — ABM @ 01:18

A Igreja de Malema, 2011. Malema fica no centro do Norte de Moçambique.

VISTA DE CHAMANCULO, 1940

Filed under: Chamanculo rua em 1940 — ABM @ 01:14

Uma artéria de Chamanculo, 1940

O HOTEL CLUB EM LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DO SÉC. XX

Filed under: LM Av. Dom Luiz, LM Avenida Aguiar, LM Baixa, LM Hotel Club — ABM @ 01:09

Fotografia restaurada.

A fachada do Hotel Club em Lourenço Marques, no topo da Avenida Aguiar, mais tarde Avenida Dom Luiz, a seguir Avenida Samora Machel.

 

A IGREJA DE NOSSA SENHORA DA SAÚDE NA ILHA DE MOÇAMBIQUE, 2011

Filed under: Ilha Moç Igreja N S da Saúde — ABM @ 01:05

A Igreja de Nossa Senhora da Saúde na Ilha de Moçambique, após uma pintura.

MAPUTO, 2012

Filed under: Maputo - vista aérea — ABM @ 01:00

Vista aérea de Maputo, 2012.

LOURENÇO MARQUES NO INÍCIO DO SÉCULO XX.

Filed under: LM Baía, LM Baixa, LM Câmara municipal — ABM @ 00:56

Lourenço Marques, início do Séx. XX. Toda esta enseada foi aterrada e é onde se situam os terrenos do eucaliptal, antiga FACIM, etc. O edifício que se vê em frente é hoje o do Tribunal em Maputo, em frente ao Grupo Desportivo.

A IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO EM LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DO SÉCULO XX

Filed under: LM Igreja N S Conceição — ABM @ 00:50

A Igreja de Nossa Senhora da Conceição em Lourenço Marques, início do Século XX. Foi demolida nos anos 1940.

O CAPITANIA BUILDING E O CAIS DE PEQUENAS EMBARCAÇÕES EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1940

Filed under: LM Baía, LM Baixa, LM Cais - Porto, LM Capitania Buildings — ABM @ 00:46

O cais de embarque para as pequenas embarcações e ao fundo o Capitania Building em Lourenço Marques.

PAISAGENS DE MOÇAMBIQUE, ABRIL DE 2011

Filed under: Paisagens de Moçambique — ABM @ 00:40

Fotos tiradas por um casal que se passeou de mota em Moçambique, no sentido Norte-Sul, e que eles colocaram num canto dum sítio para aficionados de motas. Infelizmente não sei o nome deles, mas a qualidade das fotos e a sua beleza falam bem alto. Copiei para aqui, na esperança que sejam apreciadas por quem visita esta Casa.

Imagem tirada algures em Moçambique. Para ver em tamanho máximo, prima na imagem duas vezes com o rato do seu computador.

Uma paisagem de Moçambique.

Um macaco. Tive um igualzinho quando tinha 9 anos, chamado Pelé.

Uma senhora na praia.

Um camarão.

Paisagem de praia.

Um barco na costa.

Barco à vela na costa de Moçambique.

Peixe fresco grelhado na brasa.

MATIANA ODETE NA VOZ DE MOÇAMBIQUE DO RÁDIO CLUBE DE MOÇAMBIQUE

Matiana Odete, da Seccção Changane do Rádio Clube de Moçambique. Em baixo, um anúncio da Marta da Cruz e Tavares.

21/04/2012

O TENENTE BOTELHO DE MELO, 1968

Filed under: Manuel Inácio Botelho de Melo, PESSOAS — ABM @ 11:53

Foto restaurada e colorida do pai Melo.

O Tenente Botelho de Melo sentado no seu Volkswaggen de serviço em Lourenço Marques, 1968, segurando a sua Nikon F. Na altura era co comandante da Companhia da Polícia de Trânsito, de que foi o primeiro chefe.

A DETA AUTONOMIZA-SE NOS CFM, 1962

Recorte da Gazeta dos Caminhos de Ferro (Portugal) 1 de Abril de 1962, referindo a publicação de um decreto. A DETA autonomiza-se nos Caminhos de Ferro de Moçambique.

TÁXIS NA PRAÇA 7 DE MARÇO EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1920

Filed under: LM Baixa, LM Praça 7 de Março — ABM @ 11:40

Táxis estacionados na Praça 7 de Março em Lourenço Marques, anos 1920. Ao fundo, o ABC, um dos empórios da época.

A RUA ARAÚJO EM LOURENÇO MARQUES, FIM DO SÉC. XIX

Filed under: LM Baixa, LM Rua Araújo — ABM @ 11:36

A Rua Araújo em Lourenço Marques, fim do Séc. XIX.

NECAS BRAZ, LUIZ FONSECA, ZECA NEIVA E GONÇALINHO FEVEREIRO NUMA FESTA DE GARAGEM EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1960

Filed under: Gonçalinho Fevereiro, Luiz Fonseca, Necas Braz, Zeca Neiva — ABM @ 11:29

Necas Braz, Luiz Fonseca, Zeca Neiva e Gonçalinho Fevereiro numa festa de garagem em Lourenço Marques, anos 1970.

BOLÍVIA EM LOURENÇO MAQUES, ANOS 1930

Fotografia de Nuno Castelo-Branco.

 

Bolívia (Bibi), irmã da Loti e da avó materna do Nuno, em Lourenço Marques, anos 1930.

JOSÉ RODRIGUES DOS SANTOS, 2011

Filed under: José Rodrigues dos Santos 2011 — ABM @ 11:10

José Rodrigues dos Santos, apresentador de noticiários na RTP (13 mil euros/mês segundo um email que anda por aí) e escritor de novelas com algum sucesso em Portugal. Nasceu na Beira em 1964, filho de um médico, o qual foi romanceado em "O Anjo Branco", publicado recentemente.

MÁRIO SOARES, 1974

Filed under: Mário Soares 1974 — ABM @ 11:01

Mário Soares, então um relativamente obscuro advogado da oposição, chega a Lisboa após o pronunciamento militar ocorrido em 25 de Abril de 1974. Fundador da República Socialista, que faliu e para todos os efeitos acabou em Junho de 2011, é de longe um dos políticos portugueses mais polémicos para a tribo branca de África, pelo papel que desempenhou em 1974, só comparável ao de António Almeida Santos. No sítio da sua Fundação em Lisboa, praticamente não há menção dos Acordos de Lusaka e os seus antecedentes. O que não deixa de ser curioso.

MENINA EM TRAJE TRADICIONAL AFRICANO, ANOS 1960

Filed under: - Menina em traje tradicional africano — ABM @ 10:53

Creio que este postal, de uma menina em traje tradicional, é da África do Sul. Mas foi enviado de Lourenço Marques.

LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DO SÉC. XX E A ÁGUA MINERAL APOLLINARIS

Filed under: Água mineral Apollinaris, LM Baía, LM Baixa — ABM @ 10:49

Postal de Lourenço Marques, início do Século XX, com publicidade a uma água mineral Apollinaris, de que nunca ouvira falar antes mas que é uma espécie de água do Luso dos alemães. Já pertenceu a muita gente mas hoje é da Coca-Cola Company.

O TEATRO VARIETÁ EM LOURENÇO MARQUES, 1913-1967

Filed under: Casa Zuid LM, LM Cinema Varietá — ABM @ 10:35

A fachada do Varietá, na Rua Araújo, junto à Praça 7 de Março em Lourenço Marques. Do outro lado da rua ficava a Casa Zuid e a Livraria da Coop, que eu visitava sempre que podia com a mãe Melo para ver os livros do Tintim e do Astérix. Nesta altura, funcionava essencialmente como um cinema.

A fachada do Teatro Varietá, vista do outro lado da Rua Araújo. Inaugurado em 1913, foi um sonho dos irmãos Buccellato, uma família de origem italiana que foi uma força viva da cidade. Era a única casa de ópera em África a Sul do Cairo. Ao lado do teatro, num terreno à direita, fez-se o primeiro campo de hóquei em patins em Portugal, pois Bucelatto gostava desse desporto.

Um recorte de imprensa referindo a inauguração do Varietá, 2ª feira, 5 de Outubro de 1913. Graças à 1ª república, era dia de feriado.

Cartaz de um dos espectáculos no Varietá, aqui de 1934. Havia uma relação algo estranha mas simbiótica entre os artistas de Portugal e as audiências em África, que é retratado num interessante artigo publicado há algum tempo pelo José Carlos Alvarez, chamado "Rumo a África". Junto com os hóteis, casinos e bares na Rua Araújo, o Varietá fazia parte do fascínio de Lourenço Marques, passagem obrigatória dos anglo-saxónicos que por ali tinham que passar de e para Joanesburgo e Pretória, pois Lourenço Marques era a ligação marítima e ferroviária para o Transvaal.

POSTAL DAS PRAIAS DO SUL DE MOÇAMBIQUE, DA FÁBRICA VELOSA, ANOS 1960

Filed under: Cigarros LM, Empresa Moderna Ldª, Fábrica Velosa — ABM @ 10:07

Imagem de postal gentilmente enviada pelo Paulo Azevedo.

 

Aqui retratadas as praias de Bilene, Tofo e Santa Carolina. Ao centro, um maço de cigarros LM, da Fábrica Velosa, uma das grandes empresas (e Famílias) de Moçambique.

 

O postal da Fábrica Velosa, impresso na Empresa Moderna, outro dos bastiões empresarias de Moçambique antes da Independência.

VISTA AÉREA DE LOURENÇO MARQUES, ANOS 1960

Filed under: LM Vista Geral — ABM @ 09:57

Vista aérea de Lourenço Marques, anos 1960.

VILA CABRAL NOS ANOS 1960

Filed under: José Cabral, Vila Cabral anos 1960 — ABM @ 09:53

Fica situada no Norte, perto do Lago Niassa.

Vila Cabral nos anos 1960. Fundada em 1931 com esta designação em honra do então e memorável Governador-Geral, José Cabral. O nome alterado para Lichinga após a Independência.

A NOIVA E DAMAS DE HONOR NO CASAMENTO DA MÃE DA MARISA CARDOSO EM LOURENÇO MARQUES, 5 DE OUTUBRO DE 1957

Fotografia de Marisa Cardoso, restaurada.

No copo de água do casamento da Irene, mãe da Marisa Cardoso, em Lourenço Marques, 5 de Outubro de 1957. Ao centro a noiva Maria Irene, rodeada pela Isabel Viegas, Lígia, Lena Lajes, Irene, Corália e Aurora Viegas.

Older Posts »

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: