THE DELAGOA BAY WORLD

23/04/2019

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES, 1928

Imagem retocada.

 

A então Baixa de Lourenço Marques, 1928. Foto tirada da varanda do 1º andar do primeiro Teatro Gil Vicente, que ficava à entrada da Rua (mais tarde) Joaquim José Lapa, no mesmo local onde depois se instalou a Papelaria Académica, no Prédio Fonte Azul.  Onde está um homem a atravessar a rua para o lado esquerdo na imagem, fica a esquina entre a (então) Avenida Aguiar, mais tarde designada Av. Dom Luiz e a actual Avenida Marechal Samora Moisés Machel. À esquerda começava a Praça 7 de Março. Do lado direito vê-se o Consulado do Reino Unido da Grã-Bretanha, com a bandeira hasteada. Ao fundo vê-se a Rua Consiglieri Pedroso, que desemboca na Praça Azeredo, mais tarde designnada Praça Mac-Mahon e a actual Praça dos Trabalhadores. No topo e lado esquerdo da imagem, em primeiro plano, vê-se a ponta do primeiro Teatro Gil Vicente, que arderia no final do ano seguinte, motivando o seu dono a construir outro com o mesmo nome, em estilo Art Deco, a meio da Avenida Dom Luiz. Mais a seguir vê-se um edifício com a frase “(re)frescos” na fachada, que era o Kiosk Chalet, o verdadeiro epicentro geográfico e social da Cidade naquela altura e que ficava na ponta a Norte e a Nascente da Praça 7 de Março. Logo a seguir, lá longe no horizonte, pode-se ver a cúpula da Estação de Caminhos de Ferro de Lourenço Marques, na altura das edificações mais altas da Baixa. Com tanta gente na rua, ou era fim de semana ou dia de festa na Cidade.

14/09/2018

A ESQUINA DO PRÉDIO TONNELLI EM LOURENÇO MARQUES, 1961

A esquina da Av. Augusto Castilho com a Brito Camacho e a Rua do Rádio Clube (penso) em 1961. À direita ficava o Jardim Vasco da Gama, à esquerda o Consulado Britânico. Atrás a central telefónica e o Rádio Clube de Moçambique. O restaurante já não é do meu tempo.

1

 

2

 

3

14/08/2018

A ESTRADA PARA A PONTA VERMELHA EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1890

Arquivos do Rijksmuseum em Amsterdão. Foto retocada.

Grato ao Fernando Pinto-Vieira Penha, que identificou o Quartel dos Dragões no Alto-Maé.

 

A Estrada da Ponta Vermelha. Foto tirada um pouco abaixo de onde hoje fica o Hotel Girassol. Para saber mas detalhes, ver a imagem em baixo.

 

A imagem, legandada.

04/03/2017

A RUA CONSIGLIERI PEDROSO EM LOURENÇO MARQUES, 1910

 

praca-mousinho-lm

A fotografia mostra onde a Rua Consiglieri Pedroso desemboca na Praça 7 de Março em Lourenço Marques, que se vê à esquerda, vendo-se o passeio e dois quiosques. A seguir ao quiosque mais distante pode-se ver a primeira construção de argamassa da Cidade, mais tarde a Casa Amarela e actualmente o Museu da Moeda. O segundo edifício à direita, com a varanda superior, na altura era o consulado britânico. Note-se neste postal a designação da Praça como “Praça Mousinho de Albuquerque”. Posteriormente a Praça alterou a designação para 7 de Março e após a Independência foi novamente alterado para Praça 25 de Junho.

15/09/2012

A IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO E O CONSULADO BRITÂNICO EM LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DO SÉCULO XX

A Igreja de Nossa Senhora da Conceição em Lourenço Marques, início do Século XX. Foi demolida para ali perto ser construída a Sé Catedral de Lourenço Marques, que tem formalmente o mesmo nome. A curiosidade desta rara fotografia é que mostra exatctamente onde ficava situada (mais ou menos onde fica hoje a antifa sede do Rádio Clube de Moçambique (hoje a Rádio Moçambique) pois mesmo atrás pode-se ver o antigo Consulado britânico em Lourenço Marques, que hoje é a embaixada britânica em Maputo. À direita da igreja fica o Jardim Vasco da Gama (hoje o Tunduru).

07/07/2012

A AVENIDA MIGUEL BOMBARDA EM LOURENÇO MARQUES, NA SUBIDA PARA A POLANA, ANOS 1950

Fotografia da colecção de Fernando Morgado.

A Avenida Miguel Bombarda, subindo da Baixa para a Polana. A torre com o relógio em 1º plano é do edifício dos CTT junto ao antigo Rádio Clube, nas esquinas da Augusto Castilho com a Miguel Bombarda (e Rua do Rádio Clube?). Logo atrás vê-se o consulado da Grã-Bretanha e mais acima as instalaões do comando da polícia. Em cima à direita o Hotel Girassol.

06/06/2012

A RESIDÊNCIA DO CÔNSUL BRITÂNICO EM LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DO SÉC. XX

Filed under: LM Consulado Britânico — ABM @ 19:06

A residência do Cônsul britânico em Lourenço Marques. Actualmente é o alto-comissariado britânico em Maputo, designação, segundo o Alberto (ver em baixo) dada às missões de representação diplomática entre os países da Comunidade Britânica, que integra a maior parte das antigas colónias e territórios do Império Britânico mais Moçambique e o Ruanda.

02/06/2012

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES E A MAXAQUENE, ANOS 1910

 

A Baixa de Lourenço Marques e a Maxaquene.

31/03/2012

A RESIDÊNCIA DO CÔNSUL BRITÂNICO EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1910

O Consulado Britânico em Lourenço Marques. Foi o primeiro edifício na encosta, entre o núcleo original de Lourenço Marques e a Ponta Vermelha. Hoje aloja a embaixada britânica em Maputo. Fica na mesma rua do Rádio Clube (hoje Rádio Moçambique).

28/03/2012

LOURENÇO MARQUES NO INÍCIO DO SÉC. XX: O CONSULADO INGLÊS E A IGREJA DE NS DA CONCEIÇÃO

A baixa de Lourenço Marques no início do Século XX. Pode-se ver à frente a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, implantada onde hoje está o edifício do Rádio Clube, e à direita da fotografia o Consulado Britânico em Lourenço Marques, com a sua bandeira hasteada. Este edifício ainda hoje é a Embaixada da Grâ-Bretanha em Moçambique.

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: