THE DELAGOA BAY WORLD

14/08/2017

A AVENIDA DA REPÚBLICA INUNDADA, LOURENÇO MARQUES, ANOS 30

Fotografia de Alan Fitzpatrick, retocada.

 

Uma viatura na Avenida da República (actual Avenida 25 de Setembro) em Lourenço Marques, anos 30 do Séc. XX.

04/03/2017

A RUA CONSIGLIERI PEDROSO EM LOURENÇO MARQUES, 1910

 

praca-mousinho-lm

A fotografia mostra onde a Rua Consiglieri Pedroso desemboca na Praça 7 de Março em Lourenço Marques, que se vê à esquerda, vendo-se o passeio e dois quiosques. A seguir ao quiosque mais distante pode-se ver a primeira construção de argamassa da Cidade, mais tarde a Casa Amarela e actualmente o Museu da Moeda. O segundo edifício à direita, com a varanda superior, na altura era o consulado britânico. Note-se neste postal a designação da Praça como “Praça Mousinho de Albuquerque”. Posteriormente a Praça alterou a designação para 7 de Março e após a Independência foi novamente alterado para Praça 25 de Junho.

01/01/2014

CAFÉ NA PRAÇA 7 DE MARÇO EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1960

Filed under: LM Baixa, LM Café Nicola, LM Praça 7 de Março — ABM @ 16:30

Fotografia de Artur Monteiro de Magalhães, gentilmente cedida pelo seu filho Artur Magalhães e restaurada por mim. Para ver a foto devidamente, abra com a máxima resolução.

 

Um café na Praça 7 de Março em Lourenço Marques, anos 1960.

Um café na Praça 7 de Março em Lourenço Marques, anos 1960. Hoje é a Praça 25 de Junho.

A AVENIDA DOM LUIZ EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1960

Fotografia de Artur Monteiro de Magalhães, gentilmente cedida pelo seu filho Artur Magalhães e restaurada por mim. Para ver a foto devidamente, abra com a máxima resolução.

Esta é a minha primeira inserção de 2014. Aos visitantes que têm acompanhado este pequeno blogue, desejo um ano de sucessos e saúde.

A Avenida Dom Luiz (actualmente, Avenida Marechal Samora Machel) em Lourenço Marques, anos 60. À direita, o

A Avenida Dom Luiz (actualmente, Avenida Marechal Samora Machel) em Lourenço Marques, anos 60. À direita, o Continental e o Scala. À esquerda ao fundo, o Prédio Montepio. Ao fundo, a Câmara Municipal.

25/12/2013

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES, MEADOS DOS ANOS 1960

Fotografia de Artur Monteiro de Magalhães, gentilmente cedida pelo seu filho Artur Magalhães e restaurada por mim. Para ver a foto devidamente, abra com a máxima resolução.

 

Vista da zona da Baixa de Lourenço Marques que inclui a esquina do Continental e do Scala, o prolongamento da Avenida D. Luiz até à Praça 7 de Março (actual 25 de Junho)

Vista da zona da Baixa de Lourenço Marques que inclui a esquina do Continental e do Scala, o prolongamento da Avenida D. Luiz até à Praça 7 de Março (actual 25 de Junho), a fachada dos Prédios Fonte Azul e Rúbi e o jardim em frente ao Museu Militar da Fortaleza de Lourenço Marques. Do lado direito, por detrás do Prédio da Seguros Lusitânia, pode-se ver parte do Edifício Pott. Ao fundo, o porto onde está atracado um navio de guerra e a Catembe. Meados dos anos 60.

26/10/2013

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES E A AVENIDA DA REPÚBLICA, ANOS 1960

Fotografia de António José Silva Caetano, restaurada.

 

SSSSS

A Baixa de Lourenço Marques, anos 60. À esquerda vê-se o Bazar, a seguir o velho Kiok Olímpia em frente a Velha Mesquita, e a dominar a Avenida da República (actualmente, Avenida 25 de Setembro).

A PARTE BAIXA DE LOURENÇO MARQUES, ANOS 1960

 

 

Vista aérea da parte baixa de Lourenço Marques, anos 60.

Vista aérea da parte baixa de Lourenço Marques, anos 60. Em primeiro plano, do lado esquerdo vê-se a Avenida da República (actual Avenida 25 de Setembro) e o Bazar e mais à direita a Rua Consiglieri Pedroso e no meio a Velha Mesquita. Ao fundo vê-se o enorme eucaliptal ainda do tempo dos Aterrios dos anos 20.

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES NOS ANOS 1970, POR DANA MICHAHELLES

 

 

A Baixa de Lourenço Marques, desenho de Dana Michaelis, início dos anos 70.

A Baixa de Lourenço Marques, desenho de Dana Michahelles, início dos anos 70. À esquerda, o Scala e o Continental, o Avenida Building (ou Prédio Pott), ao fundo a Praça 7 de Março (hoje 25 de Junho) e a Catembe. À direita a Casa Coimbra.

18/10/2013

A TRAVESSA DA MAXAQUENE EM LOURENÇO MARQUES, 1964

Fotografia de José Alexandre Russell, restaurada,

Vista da Rua da Maxaquene, na Baixa de Lourenço Marques, 1964

Vista da Travessa da Maxaquene, na Baixa de Lourenço Marques, 1964. Cruza com a Rua Joaquim da Lapa e mais abaixo com a Avenida da República (actual Avenida 25 de Setembro). O edifício imediatamente à direita era então a Agência do Barclays Bank em Moçambique. O edifício a seguir é o John Orr’s, hoje a sede do BCI. Mesmo ao fundo vê-se parte do Edifício dos Correios de Lourenço Marques.

06/10/2013

A CELEBRAÇÃO DO DIA DE PORTUGAL EM LOURENÇO MARQUES, JUNHO DE 1973

Fotografia do Nuno Pires, que estava nas catacumbas dentro de sua casa, graciosamente enviada para restauro e que aqui se apresenta.

 

Vista de longe, a então Praça Mouzinho de Albuquerque (hoje a Praça da Independência) no domingo, dia 10 de Junho de 1973

Vista de longe, a então Praça Mouzinho de Albuquerque (hoje a Praça da Independência) em Lourenço Marques, no domingo, dia 10 de Junho de 1973, data em que se crê ter falecido o poeta Luiz Vaz de Camões (autor de, entre outros, o poema “Os Lusíadas”) e que ainda hoje é o feriado nacional da nação portuguesa. Na cidade, realizou-se uma parada militar e na praça podem-se observar populares e tropas em fila, no ar quatro helicópteros Alouette voando em formação. Dez meses e duas semanas depois, sob a liderança do “moçambicano” Otelo Saraiva de Carvalho, triunfava em Lisboa um pronunciamento militar que abriria o caminho para a Independência de Moçambique, mediante um cessar-fogo e um acordo assinado em Lusaka em 7 de Setembro de 1974 e, uma semana e meia mais tarde,  a entrega do governo do então Estado a representantes da  Frente de Libertação de Moçambique, o movimento guerrilheiro que combatia no Norte há dez anos.

 

 

20/07/2013

A PEQUENA ROTUNDA EM FRENTE AO CLUBE DE PESCA EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1960

Filed under: LM Baía, LM Baixa, LM Clube de Pesca — ABM @ 18:51

Fotografia da colecção do Adriano Soares, restaurada.

 

A pequena rotunda em frente ao Clubde de Pesca em Lourenço Marques

A pequena rotunda situada (e ainda existente) em frente ao Clube de Pesca em Lourenço Marques, início dos anos 1960. Se repararem atrás, o recinto da FACIM ainda não existia, a zona era toda um parque.

A ESQUINA DO CAFÉ CONTINENTAL EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 70

Foto do Adriano Soares, restaurada.

A esquina do Continental na Avenida da República em Lourenço Marques, anos 70.

A esquina do Continental na Avenida da República em Lourenço Marques, anos 70. Do outro lado da passadeira ficava o Café Scala. Atrás das árvores, mais para o lado esquerdo, ficava o John Orr’s.

17/07/2013

A FONTE LUMINOSA EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1960

Filed under: LM Av. da República, LM Baixa, LM Fonte Luminosa — ABM @ 20:58

Fotografia do Adriano Soares, restaurada, dedicada ao Fernando Trabulo Reino, meu companheiro das andanças moçambicanas na internet.

--- LM --- onde os bêbados iam dar de beber aos carros durante a noite

A Fonte Luminosa em Lourenço Marques, onde terminava a Avenida da República (hoje 25 de Setembro) e onde começava a Estrada Marginal – e onde, segundo o Adriano, os bêbados iam dar de beber aos carros durante a noite. Eu cheguei a vê-la no seu pleno esplendor, os jactos de água iluminados por uma côr amarela-alaranjada que lhe dava uma mágica única. Em cima, a fachada do Hotel Cardoso. E à frente do Hotel as barreiras com uma espessíssima vegetação ainda na fase pré-Claude, o ciclone que colocou a cidade de joelhos em Janeiro de 1966. O ciclone derrubou quase por completo a barreira entre o hotel e o Liceu Salazar.

13/07/2013

A PRAÇA SETE DE MARÇO EM LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DO SÉCULO XX

Filed under: LM Baixa, LM Praça 7 de Março — ABM @ 14:26
A Praça 7 de Março em Lourenço Marques, actualmente a Praça 25 de Junho, início do Século XX.

A Praça 7 de Março em Lourenço Marques, actualmente a Praça 25 de Junho, início do Século XX. Deve ser num fim de semana, a banda a tocar no coreto, as pessoas em fato domingueiro a passearem-se.

10/06/2013

O BAZAR DE LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DO SÉC. XX

Filed under: LM Baixa, LM Bazar — ABM @ 20:25

Imagem restaurada com base no postal.

O interior do Bazar de Lourenço Marques, uns anos após a sua inauguração em 1903. O Bazar está a acabar de ser restaurado e com sorte em breve poderá ser editada uma obra dedicada ao monumento.

O interior do Bazar de Lourenço Marques, uns anos após a sua inauguração em 1903. O Bazar está a acabar de ser restaurado e com sorte em breve poderá ser editada uma obra dedicada ao monumento.

11/05/2013

A PRAÇA SETE DE MARÇO EM LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DOS ANOS 1950

A Praça Sete de Março (hoje 25 de Junho) em Lourenço Marques, tal como era no início dos anos 50. Ao fundo pode-se ver o Café Scala e o Cinema Scala, atrás a Sé Catedral.

A Praça Sete de Março (hoje 25 de Junho) em Lourenço Marques, tal como era no início dos anos 50. Ao fundo, na esquina da Avenida Dom Luiz com a Avenida da República (hoje Samora Machel com a 25 de Setembro) pode-se ver o Café Scala e o Cinema Scala, a Estação Central dos Correios, atrás a Sé Catedral.

05/05/2013

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DOS ANOS 1960

 

 

Imagem da Beixa de Lourenço Marques no final dos anos 60, na capa de um livro. De realçar o Hotel Club com o seu telhado de zinco vermelho. Um dos horrores da pós-Independência foi que, no restauro feito para criar um centro cultural estrangeiro, alguém se lembrou de colocar ali um telhado....azul-cueca.

Imagem da Beixa de Lourenço Marques no início dos anos 60, na capa de um livro. De realçar o Hotel Club com o seu telhado de zinco vermelho. Um dos horrores da pós-Independência foi que, no restauro feito para criar um centro cultural estrangeiro, alguém se lembrou de colocar ali um telhado….azul-cueca. Mais em cima, se se reparar, o Prédio Funchal ainda não existe (actualmente é um hotel) e o edifício do jornal Diário/A Tribuna ainda está a ser construído.

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES, ANOS 1960

Fotografia da colecção de Jorge Henriques Borges, restaurada.

 

A Avenida da República em Lourenço Marques, anos 1960. Em vermelho, um machimbombo.

A Avenida da República em Lourenço Marques, anos 1960. Em vermelho, um machimbombo. À esquerda, anúncios da Casa Coimbra, BNU, Hotel Turismo e Casa da Sorte.

11/11/2012

A AVENIDA AUGUSTO CASTILHO E A RESIDÊNCIA DE POTT EM LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DO SÉC. XX

A Avenida Augusto Castilho em Lourenço Marques, início do Século XX. À direita, a sumptuosa residência dO Cônsul Pott, depois Museu Provincial, tribunal e hoje assento do Tribunal Constitucional de Moçambique. No mato a seguir à casa fez-se o Jardim Vasco da Gama (mais tarde Tunduru). Por detrás do mato à esquerda fizeram-se anos mais tarde o Desportivo, a Câmara Municipal e ao fundo da rua do lado esquerdo o Prédio 33 Andares. Reparem que a praia começava onde hoje se situa o Hotel Tivoli.

 

A mesma casa de cima, aqui em meados dos anos 1920, num dos postais clássicos da Colecção Rufino. Nesta altura era o Museu Provincial, que mais tarde foi transferido para o Museu Álvaro de Castro (hoje o Museu de História Natural).

 

DOROTHY EM LOURENÇO MARQUES, DEZEMBRO DE 1902

 

Na manhã de domingo, dia 14 de Dezembro de 1902, Dorothy aportou com o pai em Lourenço Marques e enviou este postal, queixando-se do calor, do tamanho do navio e de estar com gente a mais. Na imagem, a actual Avenida Samora Machel, antigamente Avenida Dom Luiz (o rei que elevou Lourenço Marques a cidade em 10 de Novembro de 1887). À esquerda o Hotel Club e ao fundo, junto da água, a Praça 7 de Março. Curioso é este postal referir-se à artério como “Travessa da Fonte”. E vejam-se as carroças puxadas por burros.

15/09/2012

A RUA ARAÚJO EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1970

Fotografia restaurada.

 

A Rua Araújo em Lourenço Marques. À direita a boate Tamila, um dos empórios de diversão da cidade. Ao fundo, a Praça 7 de Março. À esquerda, o Bar Texas.

 

 

ANA NA AVENIDA DA REPÚBLICA EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1970

Fotografia de Laurentino Anjos, restaurada.

 

A Ana na Avenida da República em Lourenço Marques, anos 1970. Mais ao fundo, as cartazes do Hotel Turismo, da Casa Coimbra e da Companhia de Seguros Nauticos.

11/09/2012

A PRACETA ANTÓNIO ENES NA BAIXA DE LOURENÇO MARQUES, ANOS 1910

A rua situada no extremo Sul da Praça 7 de Março em Lourenço Marques, à esquerda a estátua evocativa a António Enes, figura incontornável da história moderna de Moçambique. Pouca gente sabe que a primeira estação de comboios de Lourenço Marques e a primeira Câmara Municipal da cidade funcionaram nesta rua, uma mais ou menos em frente à outra (bem, quem sabe melhor isto è o Paulo Pires Teixeira).

09/09/2012

O CAFÉ NICOLA E A CASA AMARELA EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1960

Uma pequena rua da velha Lourenço Marques, anos 1960. À esquerda o Café Nicola, e à direita creio que é a antiga Casa Amarela, Vistas da Praça 7 de Março.

A MESQUITA DE LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DO SÉCULO XX

Filed under: LM Baixa, LM Mesquita — ABM @ 18:26

A primeira mesquita de Lourenço Marques, na baixa junto à Spanos e o Bazar, início do Séc. XX.

Older Posts »

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: