THE DELAGOA BAY WORLD

31/10/2018

LOJAS DE COMÉRCIO NA BAIXA DE LOURENÇO MARQUES, 1971

Grato ao AHM e ao PPT. Foto retocada.

 

Foto tirada da antiga fábrica de Cervejas Reunidas na Baixa, na Avenida General Machado. A rua à direita (Av. Álvares Cabral, na zona do cruzamneto entre a Paiva Manso e a General Machado) era para mim uma das mais fascinantes da Cidade inteira, nos anos 60, pois estava repleta de pequenas lojas de comércio indianas, que vendiam especiarias e artigos diversos, expostos nas montras e em enormes caixas colocadas à entrada das lojas, para uso da (maioritariamente indiano e negra e suburbana) clientela, que diariamente passava neste ponto, onde se situavam as principais rotas de machimbombos para as periferias – Alto-Maé, Xipamanine, Benfica, Machava, etc. As cores, os cheiros e o reboliço eram inesquecíveis.

A IGREJA ORTODOXA GREGA NA POLANA EM LOURENÇO MARQUES, 1969

Grato ao AHM e ao PPT. Imagem retocada.

 

A Igreja Ortodoxa Grega na Polana, 1969. A seguir, onde se situava a Escola Inglesa, vê-se o início da construção de um dos prédios na Avenida 24 de Julho. Ao fundo, a Catembe.

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES À NOITE, ANOS 1950

Imagem retocada.

 

A Avenida da República à noite, década de 1950, postal da Foto Lus Shi Tung. À esquerda, a Casa Coimbra. Foto tirada mesmo em frente ao cruzamento com a Avenida Dom Luiz.

17/10/2018

OS IRMÃOS CASTELO BRANCO NA IGREJA DE STO ANTÓNIO DA POLANA EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 60

Filed under: Miguel Castelo-Branco, Nuno Castelo Branco — ABM @ 02:53

Imagem de Nuno Castelo Branco, retocada.

 

Or Irmãos Castelo Branco na Igreja de Santo António da Polana em Lourenço Marques, anos 60.

16/10/2018

O PADRE ARNALDO NA IGREJA DE STO ANTÓNIO DA POLANA EM LOURENÇO MARQUES, 1 DE DEZEMBRO DE 1973

Imagem de Pedro Pimentel, retocada.

Fiz a catequese na Paróquia de Santo António da Polana durante o que pareceu duas vidas, parte das quais sob a égide do Padre Arnaldo, havendo entre nós um delicioso e refinado ódio de estimação – mútuo.

O Padre Arnaldo na Igreja de Santo António da Polana com escuteiros, 1 de Dezembro de 1973

O KIOSK LEÃO D’OURO NA PRAÇA 7 DE MARÇO EM LOURENÇO MARQUES, DÉCADA DE 1920

Filed under: LM Kiosk Lião D'Ouro, LM Praça 7 de Março — ABM @ 02:49

Detalhe de uma imagem da Casa de Santos Rufino.

 

O Kiosok Leão d’Ouro na Praça 7 de Março em Lourenço Marques, final da década de 1920

05/10/2018

O FORTE DE SÃO CAETANO EM SOFALA, FINAL DO SÉCULO XIX

Filed under: Sofala - Forte de São Caetano — ABM @ 00:30

 

O Forte de São Caetano em Sofala, final do Século XIX. Visitada por Pêro da Covilhã por terra em 1489, foi identificada como o ponto de ligação com o mar do ouro minado na zona de Manica. Erguido cerca de 1505 por ordem da Coroa portuguesa e após um hespanhol, Pero da Naia, ter obtido o ok de um chefe local, dele hoje já só restam as suas fundações. Foi o segundo ponto na costa que os portugueses se estabeleceram, depois de Quíloa (na actual Tanzânia) que foi ocupada uns meses antes. Mas o negócio secou, as areias tornavam perigosa a navegação, os portugueses ali caíam que nem tordos por causa da malária e eventualmente os portugueses abandonaram o local, após Vasco Gomes de Abreu ter, em 1507, capturado uma ilhota mais ao Norte, considerada mais salubre, sustentável e defensável, chamada Moçambique.

 

Escreveu Luis de Camões:

“Esta ilha pequena, que habitamos,
em toda esta terra certa escala
De todos os que as ondas navegamos
De Quíloa, de Mombaça e de Sofala;
E, por ser necessária, procuramos,
Como próprios da terra, de habitá-la;
E por que tudo enfim vos notifique,
Chama-se a pequena ilha Moçambique.

(em Os Lusíadas, Canto I, Estrofe 54)

e

«Deixando o porto, enfim, do doce rio
E tornando a cortar a água salgada,
Fizemos desta costa algum desvio,
Deitando pera o pego toda a armada;
Porque, ventando Noto, manso e frio,
Não nos apanhasse a água da enseada
Que a costa faz ali, daquela banda
Donde a rica Sofala o ouro manda.

(em Os Lusíadas, Canto V, Estrofe 73)

e ainda no Canto X, Estrofe 94:

«Olha as casas dos negros, como estão
Sem portas, confiados, em seus ninhos,
Na justiça real e defensão
E na fidelidade dos vizinhos;
Olha deles a bruta multidão,
Qual bando espesso e negro de estorninhos
Combaterá em Sofala a fortaleza,
Que defenderá Nhaia com destreza.

Aqui tem mais uns dados sobre Sofala.

04/10/2018

CINZEIRO DA DETA

 

Um cinzeiro da DETA.

EQUIPA DE FUTEBOL DE JOVENS EM LOURENÇO MARQUES, 1926

Filed under: Equipa de futebol adolescentes 1926 — ABM @ 23:43

Os portugueses trouxeram consigo a prática do futebol para Moçambique, que começou nas áreas urbanas como Lourenço Marques.

 

Uma equipa de futebol de adolescentes em Lourenço Marques, 1926. Aparentemente no local onde, uns anos mais tarde, será implantado o Sporting Clube de Lourenço Marques.

02/10/2018

A ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE LOURENÇO MARQUES

Filed under: LM Estação Caminhos de Ferro de LM — ABM @ 23:50

Imagem colorida por mim.

A estação dos Caminhos de Ferro de Lourenço Marques, meados dos anos 1920, colecção Rufino.

CASAS JUNTO À IGREJA DE SANTO ANTÓNIO DA POLANA EM LOURENÇO MARQUES, DÉCADA DE 1960

Filed under: LM Igreja Sto Antº da Polana, LM Polana — ABM @ 23:46

Imagem colorida por mim.

Casas junto à Igreja de Santo António da Polana, início da década de 1960.

A ILHA DE MOÇAMBIQUE, DÉCADA DE 1950

Filed under: Ilha de Moçambique, Ilha Moç Fortaleza — ABM @ 23:42

 

A Ilha de Moçambique, década de 1950.

DUAS MULHERES NO PALMAR JUNTO À PRAIA DA POLANA EM LOURENÇO MARQUES, 1933

Filed under: Jovens Raparigas no Palmar de LM 1933 — ABM @ 02:26

O Ilustrado, suplemento do Notícias de Lourenço Marques, 1de Janeiro de 1934, Nº18, página 423.

 

O palmar da Polana era uma zona situada junto à praia a seguir ao Clube Naval e ao Pavilhão de Chá e que se estendia até à zona do antigo Parque de Campismo.

MENINAS DE LOURENÇO MARQUES NAS FESTAS DO GRÉMIO MILITAR, 1933

Filed under: Meninas de LM 1933 — ABM @ 02:25

O Ilustrado de Lourenço Marques, Nº8, 15 de Julho de 1933, p.134.

 

XXX

A SECRETARIA DO GOVERNO EM QUELIMANE, FINAL DO SÉC. XIX

Filed under: Quelimane, Quelimane - Sede do Concelho — ABM @ 02:23

 

XX

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: