THE DELAGOA BAY WORLD

06/06/2019

A ESTAÇÃO DE CAMINHOS DE FERRO DE LOURENÇO MARQUES, DÉCADA DE 1930

Imagens retocadas.

 

A fachada principal da estação.

 

Machimbombos e o que parece ser um táxi, estacionados junto ao edifício da estação. Uma curiosidade: é em 1936 que os eléctricos de Lourenço Marques são descontinuados e substituídos por uma empresa de Machimbombos que serão um investimento de Paulino dos Santos Gil e que antecederam os Serviços Municipalizados de Viação da Cidade. Nesta imagem, podem-se ver ainda os carris e a linha de fornecimento de electricidade da Electric Tramways de Lourenço Marques.

02/06/2019

PAULINO DOS SANTOS GIL, UM REPUBLICANO EM LOURENÇO MARQUES, 1908

Filed under: Paulino dos Santos Gil - Empresário — ABM @ 21:01

Em baixo, cópia de uma carta de Paulino dos Santos Gil, enviada de Lourenço Marques para nada menos que Bernardino Machado, um dos líderes do movimento republicano em Lisboa, Outubro de 1908, na qualidade de Secretário do “Centro Republicano Couceiro da Costa”, de Lourenço Marques, para a colaboração com um jornal republicano que o Centro iria fundar, e que se intitularia “A República”. O assassinato do Rei D. Carlos e do Príncipe D.Luis Filipe havia ocorrido meses antes, a 1 de Fevereiro de 1908, e a monarquia seria derrubada por um golpe de Estado republicano dois anos mais tarde, no início de Outubro de 1910. Com vénia ao arquivo de Casa Comum.

Entre 1910 e 1934, os republicanos dominariam completamente a máquina colonial em Moçambique.

Nas décadas que se seguiram, Paulino dos Santos Gil tornar-se-ia no empresário mais rico e um dos mais influentes de Moçambique colonial, onde faleceria no início da década de 1950. O Prédio onde ficava o Café Continental na Baixa de Lourenço Marques, tem o seu nome e foi mandado construir por Santos Gil.

 

Carta de Santos Gil a Bernardino Machado, 11 de Outubro de 1908.

22/07/2018

O ESTÁDIO PAULINO DOS SANTOS GIL EM LOURENÇO MARQUES, 1967

Grato ao PPT e ao AHM.

 

O Estádio Paulino dos Santos Gil, do Grupo Desportivo Lourenço Marques, Novembro de 1967. Até à inauguração do Estádio Salazar, dos CFM, era o principal recinto desportivo de Lourenço Marques. Foi inaugurado em 1950 ou 1951. Ficava a seguir ao campo de futebol do Sporting LM no Aterro da Maxaquene. Há cerca de dez anos foi “vendido” em circunstâncias que nunca entendi.

10/04/2018

ANÚNCIO DA FIRMA PAULINO DOS SANTOS GIL LDª, 1924

O original da revista está depositado na Hemeroteca de Lisboa, em Portugal.

 

Este anúncio apareceu numa edição da Revista das Colónias, 1924.

14/10/2017

TELMA SANTOS GIL, FILHA DE PAULINO SANTOS GIL, EM LOURENÇO MARQUES, 1934

Imagem retirada do filme mudo No país das Laurentinas, 1934.

A legenda, no filme, referente à Telma.

 

Telma Santos Gil em 1934. No curto filme pode-se ver durante uns segundos.

Telma Santos Gil era uma dos três filhos de Paulino e Jeanette Santos Gil.

Paulino dos Santos Gil é uma das figuras mais mal estudadas da sociedade de Lourenço Marques, sendo que quando faleceu no início dos anos 50 era provavelmente um dos empresários mais ricos e dinâmicos de Moçambique.

O grande sítio Big Slam refere, numa peça dedicada aos Santos Gil de Lourenço Marques, o seguinte:

Telma Santos Gil Valente “Misuco”, mulher de rara beleza e com uma centelha de génio do pai. Foi presidente do Movimento Nacional Feminino. Recebeu uma condecoração de benemerência. Casou com Aníbal da Ascensão Rodrigues Pessanha Valente, diplomado com 16 valores pela Universidade de Edimburgo. Inicialmente engenheiro dos CFM (caminho de Ferro Moçambique) deixou o seu nome ligado à construção de estradas, pontes e caminhos de ferro que fizeram a ligação entre Malema e Nampula. Fez também o projecto de abastecimento de água a Nampula. Construiu fábricas e casas da família Santos Gil. Tiveram uma filha, Jeannette dos Santos Gil Valente, ou “Janina”.

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: