THE DELAGOA BAY WORLD

27/09/2018

A CASA MARTINS EM LOURENÇO MARQUES, DE PANCHO GUEDES, 1953

 

Casa Martins em Lourenço Marques, 1953. Pancho Guedes

18/09/2018

MORADIA DE LOURENÇO MARQUES DESENHADA POR PANCHO GUEDES

 

Casa desenhada por Pancho Guedes em Lourenço Marques.

PANCHO GUEDES EM 1965

Filed under: Pancho Guedes - Arquitecto — ABM @ 03:42

 

 

O Arquitecto Pancho Guedes em 1965. Uma parte significativa da sua obra foi feita em Lourenço Marques. Parece que está num atelier em Lourenço Marques.

 

 

10/07/2018

A FORTALEZA DE LOURENÇO MARQUES, BEFORE & AFTER PANCHO GUEDES

 

A fortaleza de Lourenço Marques na década de 1930, before o trabalho de “restauro”do Arquitecto Pancho Guedes, adjudicado pela Câmara Municipal da Cidade, que decorreu mais ou menos durante a II Guerra Mundial. Antes dos primeiros aterros feitos para fazer desaparecer a “ilha” que era a cidade, a parte Sul da fortaleza, que é aquele murinho baixo que se vê em primeiro plano, tocava nas águas da Baía. À esquerda, o Capitania Building, esplêndido mas que foi feito no sítio errado e estragava a fotografia, por isso foi demolido. Ao fundo, a Praça 7 de Março.

 

A fortaleza na década de 1960, after Pancho Guedes. Nada mau. 

17/03/2018

MALANGATANA VALENTE, FOTOGRAFADO POR PANCHO GUEDES, 1960

 

Malangatana em pose, 1960.

24/02/2018

PANCHO GUEDES EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 60

Filed under: Pancho Guedes - Arquitecto — ABM @ 11:40

Amâncio de Alpoim de Miranda Guedes, mais conhecido como Pancho Guedes (Lisboa, 13 de Maio de 1925 – 7 de novembro de 2015) foi um arquitecto, escultor e pintor português.

O Arquitecto Pancho Guedes no telhado de uma das residências que desenhou em Lourenço Marques, anos 60. Não sei quem é a senhora que o acompanha.

 

Um texto na Wikipédia refere-se assim a Pancho Guedes (ligeiramente editado por mim):

Amâncio de Alpoim de Miranda Guedes, mais conhecido como Pancho Guedes (Lisboa, 13 de Maio de 1925 – 7 de novembro de 2015) foi um arquitecto, escultor e pintor português.

Filho de Amílcar José da Silveira de Miranda Guedes (Mesão Frio, 8 de Janeiro de 1897 – Coimbra, Sé Velha, 10 de Setembro de 1966) e de sua mulher Maria da Soledade Francisca de Alpoim Torrezano Moreno de Baylen y Godoy (Angra do Heroísmo, 1885 – Lourenço Marques, 15 de Julho de 1946), de ascendência Espanhola.

Estudou em São Tomé e Príncipe, Guiné, Lisboa, Lourenço Marques, em Joanesburgo e no Porto. Foi o primeiro nome português a ser conhecido internacionalmente na arquitectura e o único arquitecto com menção na primeira edição do livro de Charles Jencks: “Modern Movements in Architecture”(Penguin, 1973).

Foi recrutado para o lugar de ‘Head of Architecture’ do departamento de arquitectura na Universidade de Witwatersrand pelo seu amigo Herbert Prins, em Joanesburgo a partir de 1975 até a sua reforma em 1990. Na Universidade de Witwatersrand(Wits), Pancho era um professor inspirador e iconoclasta que nomeou excelentes professores, incluindo várias mulheres como Marilyn Martin, Mira Fassler Kamstra e Jenny Stadler. Apesar do boicote cultural, ele silenciosamente recebeu visitas de amigos – incluindo os Smithsons – embora o seu foco estava em mostrar a sua equipa Sul-Africana de maioria branca como olhar para seu entorno através de um olhar pós-colonial.

A inspiração a partir das construções Ndebele é refletida nos quatro painéis que Pancho encomendou a Esther Mahlangu, que ele pendurou nos corredores da ‘Wits’ ao lado de modelos neoclássicos e colunas renascentistas peculiares. Essa multiplicidade exemplifica Pancho e o seu legado. Pancho Guedes recebeu doutoramentos honorários pelas Universidades de Pretória e de Witwatersrand.

Desde 1990, leccionou em Lisboa, na Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa e na Universidade Lusófona em Lisboa.

Pertenceu ao “Team 10”, dissidente do CIAM.

É autor do “Casal dos Olhos”, em Eugaria, nos arredores de Sintra.

Grande parte da sua obra construída encontra-se em Moçambique e data das décadas de 1950 e 1960. Tem também obra construída na África do Sul.

Algumas obras:

1953 Apartamentos Prometheus, Maputo (Moçambique)
1954 Padaria Saipal, Maputo (Moçambique)
1956 Edifício Residencial “O Leão Que Ri”, Maputo (Moçambique)
1961 Estação de Serviço, Komatipoort (África do Sul)
1964 Igreja da Sagrada Família, Machava (Moçambique)
1965 Igreja de St. James the Great, Nyamandhlovu (Zimbabwe)
1965 Escola de Enfermagem, Maputo (Moçambique)
1966 Igreja de Santa Ana da Munhuana, Maputo (Moçambique)
1967 Edifício do Banco das Poupanças das Viúvas e Orfãos da Polícia, Maputo (Moçambique)
1967 Colégio de Nossa Senhora da Conceicão, Inhambane (Moçambique)
1968 Convento de São José de Llanguene, Maputo (Moçambique)
1969 Escola de Enfermagem Clandestina, Caniço, Maputo (Moçambique)
1969 Igreja Congregacional, Choupal (Moçambique)
1971 Igreja dos Doze Apóstolos, Gala Massala, Maputo (Moçambique)
1972 Escola de Waterford, Mbabane (Suazilândia)
1974 Igreja de São Cipriano do Chamanculo, Maputo (Moçambique)
1974 Escola e Lar de Enfermeiras / Estudantes, Chicumbane, Gaza (Moçambique)
???? Escola dos Correios, Inhambane (Moçambique)
1975 Hotel e Escola de Agricultura, Estevel, Boane (Moçambique)
1975 Banco Totta Standard, Tômbua (Angola)
1975 Escola de Regentes Agrícolas, Chimoio (Moçambique)[2]

21/01/2018

A CASA AVIÃO, DO ARQUITECTO PANCHO GUEDES, EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 60

A Casa Avião.

26/10/2017

O ARQUITECTO PANCHO GUEDES NA SUA CASA DE SINTRA, 2010

Filed under: Pancho Guedes - Arquitecto — ABM @ 22:32

O Arquitecto Pancho Guedes na sala da sua casa em Sintra, Portugal.

11/10/2017

COMPLEXO DE CASAS DA COOP NA AV. BRITO CAMACHO NA MAXAQUENE EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 60

Filed under: LM Maxaquene, Pancho Guedes - Arquitecto — ABM @ 00:06

Grato ao Fernando Pinho. Imagem retocada.

Complexo desenhado pelo Arquitecto Pancho Guedes.

 

O complexo de casas em banda na Av. Brito Camacho, na Maxaquene, anos 60.

A Ivone Basto comentou: Vivi numa dessas moradias eram enormes 4 quartos 3 casa de banho 3 andares, jardim nas traseiras, garagem aberta, grande terraço para festas, eram vivendas lindas!

30/09/2017

A CASA DAS TRÊS GIRAFAS EM LOURENÇO MARQUES, OBRA DE PANCHO GUEDES, ANOS 60

Filed under: Casa das 3 Girafas LM, Pancho Guedes - Arquitecto — ABM @ 20:56

Imagem retocada. Não sei bem onde ficava mas lembro-me dela.

 

A Casa das Três Girafas. mais uma criação do Arquitecto Pancho Guedes.

09/06/2016

O PRÉDIO “O LEÃO QUE RI” DO ARQUITECTO PANCHO GUEDES, EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 60

 

A fachada lateral do edifício "O Leão Que Ri", concebido pelo Arquitecto Pancho Guedes.

A fachada lateral do edifício “O Leão Que Ri”, concebido pelo Arquitecto Pancho Guedes.

24/05/2016

O EDIFÍCIO TONELLI EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 60

Filed under: LM Prédio Tonelli, Pancho Guedes - Arquitecto — ABM @ 18:14

Mais uma obra do Arquitecto Amâncio Pancho Guedes. Situa-se em frente à actual Embaixada do Reino da Grã-Bretanha na Cidade de Maputo.

 

O edifício Tonelli, construído entre 1954 e 1958, da autoria de Pancho Guedes

O edifício Tonelli, desenhado em 1953 e construído entre 1954 e 1958, da autoria de Amâncio Pancho Guedes. Tem 11 Andares.

 

Mais alguns dados sobre o Edifício Tonelli.

Mais alguns dados sobre o Edifício Tonelli.

23/05/2012

OS FITZ-PATRICK E “O LEÃO QUE RI” DE PANCHO GUEDES EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1960

A imagem do edifício copiei de um sítio de arquitectura e restaurei. Para ser vista no tamanho máximo, por favor prima duas vezes na imagem com o rato do seu computador.

A imagem dos Fitz-Patrick foi gentilmente cedida pelo Alan Fitz-Patrick.

A melhor imagem na internet de “O Leão que Ri”, uma obra-prima do Arquitecto Pancho Guedes, hoje em Maputo.

Gwen, June e Trevor Fitz-Patrick à porta do prédio, onde viveram nos anos 60. Creio que são a avo e os pais do Alan. A nota do Alan…In the pic: my grandmother, Gwen Hooper (in later years, owner of Hotel Golfinho Azul, Maxixe), mother June Fitz-Patrick (of centro hipico pics) and father Trevor Fitz-Patrick

13/05/2012

MALANGATANA EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1960

Foto da colecção do Arquitecto Pancho Guedes, gentilmente enviado pela Helena d’Alpoim.

Malangatana nos anos 1960 em Lourenço Marques.

10/05/2012

LUIS LAGE, MALANGATANA E PANCHO GUEDES, 2008: DREAM TEAM DE MOÇAMBIQUE

Fotografia do Arquitecto Luis Lage.

Arquitecto Luis Lage, Artista plástico Malangatana e Arquitecto Pancho Guedes. A nobreza da arte de Moçambique debaixo do mesmo tecto. Luis Lage, que é duma geração uns anitos depois de Malangatana e de Pancho Guedes, publicou recentemente um (oiço) fabuloso livro sobre a arquitectura de Maputo que ando doido a ver se encontro e que tenho que ler. “Hei-de arranjar”…

20/03/2012

EDIFÍCIO PANCHO GUEDES EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1960

Edifício de Lourenço Marques, anos 1960. A Lucília Vieira explicou: “trata-se do “Smiling Lion” e fica situado na Rua de Nevala, actual Kwame Nkrumah, pouco mais ou menos em frente ao ex-Clube Militar, e é um projecto do Arquitecto Pancho Guedes”. O Fernando Vidigal deu mais um detalhe precioso: “fica na esquina da Nevala com a antiga Princesa Patricia. Nas traseras ficava a vivenda do Pancho,esta com saida para a Nevala. Tenho a certeza pois morei na vivenda ao lado da do Pancho Guedes. “

07/02/2012

O ARQUITECTO PANCHO GUEDES, JANEIRO DE 2012

Filed under: Pancho Guedes - Arquitecto, PESSOAS — ABM @ 00:51

Foto de Kitty Viljoen, filha do Arq. Pancho Guedes, via a Ana Maria Ferreira.

 

O Arquitecto Pancho Guedes, comendo um bifão perto de Durban, com um dos netos, Janeiro de 2012.

ESTAÇÃO DE SERVIÇO DA MOBIL EM LOURENÇO MARQUES, DESENHO DE PANCHO GUEDES, ANOS 1960

Fotografia de Fernando Albuquerque.

A canção em baixo, My Sweet Lord, foi colocada na página do grupo “Moçambique” no Facebook por Filomena Sousa Oliveira.

A estação de serviço da Mobil.

 

Logotipo da Mobil Oil Company.

 

27/12/2011

PRAÇA MAC-MAHON E ENTRADA PARA A RUA CONSIGLIERI PEDROSO, ANOS 1960

Foto do IICT, restaurada.

Canto da Praça Mac-Mahon e entrada para a Rua Consiglieri Pedroso. À esquerda, uma das obras de arte do Arquitecto Pancho Guedes.

24/12/2010

PRAÇA MAC-MAHON E PRÉDIO DE PANCHO GUEDES, 1965

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: