THE DELAGOA BAY WORLD

05/09/2020

CARTA RÉGIA NOMEANDO O GOVERNADOR DE MOÇAMBIQUE, 1752

Carta enviada pelo rei D. José I (governou Portugal entre 1750 e 1777) a Francisco de Mello e Castro, que foi Governador de Moçambique (na acepção da altura, nada a ver com o que Moçambique é hoje) entre 1750- Março de 1758, o que na altura era um mandato longuíssimo. A carta, datada de 23 de Abril de 1752 e cujo original está depositado num dos arquivos portugueses, era mais ou menos ditada pelo rei, preparada pelos assessores e assinada “rei” pelo monarca. Neste caso. nomea-o Governador e Capitão General de toda a costa situada entre Lourenço Marques e Cabo Delgado e ainda do interior (boa sorte). No fim da segunda página vem uma curta “cábula” para o rei saber o que estava a assinar.

Francisco foi o primeiro Capitão-General do território.

Segundo os registos, por altura do envio desta carta, Mello e Castro já estava em funções na Ilha de Moçambique desde 1750.

D. José I foi o monarca do Marquês de Pombal, dos Távoras, do terramoto de Lisboa e de mais meia dúzia de maleitas. Supostamente era absolutista (por delegação de poderes, presume-se) e ao mesmo tempo iluminista.

 

1 de 2

 

2 de 2

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: