THE DELAGOA BAY WORLD

14/08/2018

A ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DA PRAIA DA POLANA EM LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DO SÉC. XX

 

A Praia da Polana, início do Séc. XX. Ver em baixo a secção ampliada, aqui marcada com um rectângulo, onde se pode ver a estação de comboio que fazia a ligação com a Baixa..

 

O cais e a pequena estação ferroviária da Polana, marcada a côres.

 

A estação.

02/08/2018

A ESTAÇÃO DE COMBOIO DA POLANA EM LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DO SÉC. XX.

Filed under: LM Estação ferroviária da Praia da Polana — ABM @ 11:55

Este assunto já foi abundante e como sempre soberbamente tratado naquele outro blogue fantástico, aqui aqui. Mas não resisto a um encore.

Na altura em que começou a ser frequentada, no final do Séc. XIX, a Praia da Polana era virtualmente inacessível. Até a pé era difícil lá chegar. Parte da história da Cidade e dos seus primeiros habitantes incluiu o surgimento dos meios de acesso ao local, primeiro a pé, depois com o Caracol, depois via esta linha férrea de bitola pequena e finalmente com a construção da Estrada Marginal e os acessos à Polana Alta.

 

Bilhete de viagem de primeira classe para o percurso entre a Baixa e a Estação da Polana, que devia ficar atrás do Clube Naval.

 

A pequena estação da Polana em Lourenço Marques, com a tropa vestida a preceito, à espera do comboio. Postal de Spanos e Tsitsias.

 

Detalhe do postal de Spanos e Tsitsias. Tudo janota, parece que à espera que o comboio aparecesse no horizonte, a contornar a Ponta Vermelha, vindo da Baixa. Brancos à frente, pretos e monhés atrás.

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: