THE DELAGOA BAY WORLD

01/01/2014

A AVENIDA DOM LUIZ EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1960

Fotografia de Artur Monteiro de Magalhães, gentilmente cedida pelo seu filho Artur Magalhães e restaurada por mim. Para ver a foto devidamente, abra com a máxima resolução.

Esta é a minha primeira inserção de 2014. Aos visitantes que têm acompanhado este pequeno blogue, desejo um ano de sucessos e saúde.

A Avenida Dom Luiz (actualmente, Avenida Marechal Samora Machel) em Lourenço Marques, anos 60. À direita, o

A Avenida Dom Luiz (actualmente, Avenida Marechal Samora Machel) em Lourenço Marques, anos 60. À direita, o Continental e o Scala. À esquerda ao fundo, o Prédio Montepio. Ao fundo, a Câmara Municipal.

Anúncios

25/12/2013

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES, MEADOS DOS ANOS 1960

Fotografia de Artur Monteiro de Magalhães, gentilmente cedida pelo seu filho Artur Magalhães e restaurada por mim. Para ver a foto devidamente, abra com a máxima resolução.

 

Vista da zona da Baixa de Lourenço Marques que inclui a esquina do Continental e do Scala, o prolongamento da Avenida D. Luiz até à Praça 7 de Março (actual 25 de Junho)

Vista da zona da Baixa de Lourenço Marques que inclui a esquina do Continental e do Scala, o prolongamento da Avenida D. Luiz até à Praça 7 de Março (actual 25 de Junho), a fachada dos Prédios Fonte Azul e Rúbi e o jardim em frente ao Museu Militar da Fortaleza de Lourenço Marques. Do lado direito, por detrás do Prédio da Seguros Lusitânia, pode-se ver parte do Edifício Pott. Ao fundo, o porto onde está atracado um navio de guerra e a Catembe. Meados dos anos 60.

26/10/2013

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES NOS ANOS 1970, POR DANA MICHAHELLES

 

 

A Baixa de Lourenço Marques, desenho de Dana Michaelis, início dos anos 70.

A Baixa de Lourenço Marques, desenho de Dana Michahelles, início dos anos 70. À esquerda, o Scala e o Continental, o Avenida Building (ou Prédio Pott), ao fundo a Praça 7 de Março (hoje 25 de Junho) e a Catembe. À direita a Casa Coimbra.

20/07/2013

A ESQUINA DO CAFÉ CONTINENTAL EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 70

Foto do Adriano Soares, restaurada.

A esquina do Continental na Avenida da República em Lourenço Marques, anos 70.

A esquina do Continental na Avenida da República em Lourenço Marques, anos 70. Do outro lado da passadeira ficava o Café Scala. Atrás das árvores, mais para o lado esquerdo, ficava o John Orr’s.

11/05/2013

A PRAÇA SETE DE MARÇO EM LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DOS ANOS 1950

A Praça Sete de Março (hoje 25 de Junho) em Lourenço Marques, tal como era no início dos anos 50. Ao fundo pode-se ver o Café Scala e o Cinema Scala, atrás a Sé Catedral.

A Praça Sete de Março (hoje 25 de Junho) em Lourenço Marques, tal como era no início dos anos 50. Ao fundo, na esquina da Avenida Dom Luiz com a Avenida da República (hoje Samora Machel com a 25 de Setembro) pode-se ver o Café Scala e o Cinema Scala, a Estação Central dos Correios, atrás a Sé Catedral.

26/06/2012

A VISITA DO PRESIDENTE CARMONA A MOÇAMBIQUE, JULHO DE 1939

Fotografias gentilmente cedidas por Fernando Morgado, do seu pai Alberto José Augusto Morgado, que passou uma vida em Moçambique e conhecia o meu pai.

A fotografia do Marechal Carmona foi copiada e referenciada à Fundação Gulbenkian.

A  fotografia do então Ministro das Colónias foi desavergonhadamente copiada do sítio dos antigos colaboradores do BNU, que contém um excelente e revelador esboço biográfico de Francisco José Vieira Machado. A ligação a esse texto está mais abaixo.

Todas as fotos foram restauradas.

A guarda de honra junto do Cais Gorjão na segunda-feira, dia 17 de Julho de 1939, para o desembarque do Presidente e Marechal António Óscar de Fragoso Carmona, no que foi a primeira visita de um presidente da república à então colónia portuguesa. Foto de Fernando Morgado, cujo pai fazia parte da referida guarda.

O Esquadrão de Dragões desfila na Avenida da República em Lourenço Marques (actual Av. 25 de Setembro), aqui na esquina entre a Avenida da República e a Av. Dom Luiz (a actual Av. Samora Machel). Ao funo a Ponta Vermelha e à esquerda o Café Scala (que não se vê na fotografia).

Na viagem às colónias portuguesas e à África do Sul, que durou três meses mas cujo trecho em Moçambique decorreu entre 17 de Julho e 13 de Agosto de 1939, Carmona foi acompanhado pelo então Ministro das Colónias, Dr. Francisco José Vieira Machado, aqui a desembarcar, de cartola, em Lourenço Marques. Vieira Machado é uma figura importante na saga colonial e deve ser estudado.

Para um esboço biográfico do Dr. Francisco José Vieira Machado,sugiro a leitura do sítio do BNU que aborda o assunto (o Dr. Vieira Machado foi uma figura daquele banco e da banca durante décadas).

Quando Carmona desembarca em Lisboa pelo Cais das Colunas na Praça do Comércio, no dia 12 de Setembro de 1939, uma terça-feira, já a Europa se encontrava em guerra, após a invasão, pelo exército da Alemanha, da Polónia, ocorrida na madrugada do dia 1 desse mês. Carmona, normalmente considerado um fantoche do ditador Dr. António Oliveira Salazar, morreu em funções no dia 18 de Abril de 1951, tendo sido substituído pelo “moçambicanófilo” General Higino Craveiro Lopes, cuja mulher, Berta, era de Lourenço Marques, onde ele se casou no início dos anos 1920.

17/06/2012

O CINEMA SCALA, CAFÉ SCALA E SALÃO CRISTAL EM LOURENÇO MARQUES, 1950

Fotografia da colecção de José Godinho, tirada pelo seu pai, João Godinho.

 

A fachada do Cinema Scala em Lourenço Marques, cerca de 1950. À esquerda o Café Scala, à direita o Salão Cristal, creio que uma barbearia.

07/06/2012

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES À NOITE, ANOS 1960

A Baixa de Lourenço Marques à noite, esquina das Avenidas da República (hoje 25 de Setembro) com a Dom Luiz (hoje Samora Machel).

24/03/2012

AVENIDA DA REPÚBLICA EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 1920

A AV. 25 de Setembro (anteriormente Av. da República) vista para poente a partir de onde hoje está o antigo Café Scala. À direita vê-se uma parte do Avenida Building (ou Prédio Pott). Ao fundo, a fachada a Estação dos Caminhos de Ferro de Lourenço Marques.

22/03/2012

A AVENIDA DOM CARLOS EM LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DO SÉCULO XX

A Avenida Dom Carlos, depois Avenida da República, é actualmente a Avenida 25 de Setembro e considerada a artéria principal da capital de Moçambique.

A Avenida Dom Carlos no início do Século XX. Foto tirada mais ou menos em frente à esquina do quarteirão do Bazar, com vista para o lado nascente. Onde está o edifício à direita nos anos 1960 foi construído o Hotel Turismo e a seguir o BNU (agora a sede do Banco de Moçambique).

 

Outra imagem da Avenida Dom Carlos (na altura rei de Portugal). O edifício com o telhado muito inclinado é a primeira sede dos Correios de Lourenço Marques. Mais tarde foi demolido e no seu lugar construído o edifício, que ainda existe, dos Correios da cidade. À esquerda dessa edificação, onde estão as casas, foram construídos mais tarde o Cinema Scala e o Café Scala.

19/02/2012

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES, FINAIS DOS ANOS 1950

A baixa de Lourenço Marques, no cruzamento das Avenidas Dom Luiz e da República.

11/02/2012

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES, FINAL DOS ANOS 1960

Fotografia do IICT, restaurada.

Vista aérea da baixa de Lourenço Marques, final dos anos 1960. A avenida que se pode ver é a Aveinda da República (actualmente Av. 25 de Setembro). Em primeiro plano pode-se ver o terreno onde de seguida foi edificado o Edifício dos 22 Andares, que em 1974 era o mais alto em qualquer território administrado por Portugal. A lista do que se pode ver aqui não termina quase: a Biblioteca Municipal (hoje Nacional), os Correios, Hotel Tivoli, etc etc.

24/10/2011

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES, FIM DOS ANOS 50

Para ver esta foto em tamanho gigante, por favor prima na imagem duas vezes com o rato do seu computador.

A baixa de Lourenço Marques, cerca dos finais dos anos 1950.

06/10/2011

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES, ANOS 1940

Foto de Augusto Rodrigues Oliveira, restaurada por mim.

A baixa de Lourenço Marques nos anos 40.

02/07/2011

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES, ANOS 60

Vista do cruzamento entre a Av da República (hoje 25 Set) e Av. Dom Luiz (hoje Av Samora Machel, tirada da Praça 7 de Março (hoje 25 de Junho). Ali Vêem-se o prédio do Continental, Scala e Edifício Pott. Comentário da Lucília Veira Domingos; O primeiro prédio à direita é o Prédio Rubi; o do Continental é o Prédio Paulino Santos Gil.

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: