THE DELAGOA BAY WORLD

17/04/2014

A ESTÁTUA DE MOUZINHO EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 70

 

 

O monumento em honra do militar português Mouzinho de Albuquerque, na praça com o mesmo nome, em Lourenço Marques, anos 70. No mesmo lugar, foi colocada recentemente uma estátua evocativa de Samora Machel, o primeiro presidente de Moçambique. A estátua de Mouzinho está em exposição no átrio do Núcleo Museológico da Fortaleza de Nossa Senhora da Conceição em Maputo.

O monumento em honra do militar português Mouzinho de Albuquerque, na praça com o mesmo nome, em Lourenço Marques, anos 70. No mesmo lugar, foi colocada recentemente uma estátua evocativa de Samora Machel, o primeiro presidente de Moçambique. A estátua de Mouzinho está em exposição no átrio do Núcleo Museológico da Fortaleza de Nossa Senhora da Conceição em Maputo. Atrás, pode.se ver a fachada frontal da Câmara Municipal de Lourenço Marques.

Anúncios

25/12/2013

A FACHADA DA CÂMARA MUNICIPAL DE LOURENÇO MARQUES, ANOS 1960

Fotografia de Artur Monteiro de Magalhães, gentilmente cedida pelo seu filho Artur Magalhães e restaurada por mim. Para ver a foto devidamente, abra com a máxima resolução.

A fachada do edifício da Câmara Municipal de Lourenço Marques, anos 60.

A fachada do edifício da Câmara Municipal de Lourenço Marques, anos 60.

06/10/2013

A CELEBRAÇÃO DO DIA DE PORTUGAL EM LOURENÇO MARQUES, JUNHO DE 1973

Fotografia do Nuno Pires, que estava nas catacumbas dentro de sua casa, graciosamente enviada para restauro e que aqui se apresenta.

 

Vista de longe, a então Praça Mouzinho de Albuquerque (hoje a Praça da Independência) no domingo, dia 10 de Junho de 1973

Vista de longe, a então Praça Mouzinho de Albuquerque (hoje a Praça da Independência) em Lourenço Marques, no domingo, dia 10 de Junho de 1973, data em que se crê ter falecido o poeta Luiz Vaz de Camões (autor de, entre outros, o poema “Os Lusíadas”) e que ainda hoje é o feriado nacional da nação portuguesa. Na cidade, realizou-se uma parada militar e na praça podem-se observar populares e tropas em fila, no ar quatro helicópteros Alouette voando em formação. Dez meses e duas semanas depois, sob a liderança do “moçambicano” Otelo Saraiva de Carvalho, triunfava em Lisboa um pronunciamento militar que abriria o caminho para a Independência de Moçambique, mediante um cessar-fogo e um acordo assinado em Lusaka em 7 de Setembro de 1974 e, uma semana e meia mais tarde,  a entrega do governo do então Estado a representantes da  Frente de Libertação de Moçambique, o movimento guerrilheiro que combatia no Norte há dez anos.

 

 

05/05/2013

A BAIXA DE LOURENÇO MARQUES, INÍCIO DOS ANOS 1960

 

 

Imagem da Beixa de Lourenço Marques no final dos anos 60, na capa de um livro. De realçar o Hotel Club com o seu telhado de zinco vermelho. Um dos horrores da pós-Independência foi que, no restauro feito para criar um centro cultural estrangeiro, alguém se lembrou de colocar ali um telhado....azul-cueca.

Imagem da Beixa de Lourenço Marques no início dos anos 60, na capa de um livro. De realçar o Hotel Club com o seu telhado de zinco vermelho. Um dos horrores da pós-Independência foi que, no restauro feito para criar um centro cultural estrangeiro, alguém se lembrou de colocar ali um telhado….azul-cueca. Mais em cima, se se reparar, o Prédio Funchal ainda não existe (actualmente é um hotel) e o edifício do jornal Diário/A Tribuna ainda está a ser construído.

24/06/2012

A CÂMARA MUNICIPAL DE LOURENÇO MARQUES E O PRÉDIO FUNCHAL, FINAL DOS ANOS 1960

O edifício da Câmara Municipal de Lourenço Marques visto de Oeste. Atrás podem-se ver a Sé Catedral e o Prédio Funchal, o edifício de O Diário (e a Tribuna) e ainda parte do Jardim Vasco da Gama (hoje Tunduru).

13/05/2012

A CALÇADA PORTUGUESA NA PRAÇA MOUZINHO DE ALBUQUERQUE, ANOS 1960

Um dos passeios da Praça Mouzinho de Albuquerque, anos 1960, ilustrando a chamada calçada portuguesa. Foto restaurada, não sei a proveniência.

22/03/2012

A ESTÁTUA EM HONRA DE MOUZINHO DE ALBUQUERQUE

Em Portugal, os ministros das Colónias e da Educação Nacional, com outras individualidades, visitando a estátua equestre de Mouzinho de Albuquerque, obra do escultor Simões de Almeida.

 

Em Lourenço Marques e montada num pedestal, a estátua equestre adornou a Praça com o nome de Mouzinho, entre os anos 1930 e 1975.

 

Em Maputo, desde 1975, na Fortaleza na baixa e já sem pedestal, a estátua é uma atracção turística. Mouzinho de Albuquerque, que foi uma força viva duma fase crucial do processo colonial em Moçambique, tendo sido quem prendeu o régulo Nguni Gungunhana, suicidou-se em 8 de Janeiro de 1902, aos 46 anos de idade.

19/02/2012

A PENÚLTIMA PARADA DO 10 DE JUNHO EM LOURENÇO MARQUES, 1972

Fotos gentilmente obtidas e cedidas pelo Paulo Pires Teixeira.

A Praça Mouzinho de Albuquerque, o centro das cerimónias, é sobrevoada por jactos da Força Aérea Portuguesa.

Tropas em traje de cerimónia em frente ao monumento em honra de Mouzinho de Albuquerque.

Concentração de tropas na Praça Mouzinho de Albuquerque. Parecem-me tantas que eu acho que não ficou lá ninguém no Norte para andar nas picadas.

Mais um aspecto das cerimónias.

No palanque de honra, o então Governador-Geral, Eng. Pimentel dos Santos, ao centro. À sua esquerda o General Kaúlza de Arriaga, a figura que inspirou a famosa, dispendiosa e aparentemente inútil Operação Nó Górdio. Não sei quem são o oficial e o civil à direita.

02/02/2012

A ESCADARIA EM FRENTE À CÂMARA MUNICIPAL DE LOURENÇO MARQUES, ANOS 1960

Foto do IICT, restaurada.

A segunda escadaria em frente à Câmara Municipal de Lourenço Marques, contígua à Praça Mouzinho de Albuquerque, anos 1960. Após Angola e Goa, alguém colocou a frase "aqui é Portugal" no chão. Já não está lá.

18/12/2011

A CATEDRAL DE LOURENÇO MARQUES E PRAÇA MOUZINHO DE ALBUQUERQUE, 1960’S

Foto gentilmente enviada pela Constança Vidigal, restaurada.

Esta fotografia fazia parte de um cartão de Natal da empresa Distribuidora.

Para ver a fotografia do tamanho do ecrã do seu computador, prima na imagem duas vezes com o rato do seu computador.

 

Vista da Praça Mouzinho de Albuquerque em Lourenço Marques, anos 1960.

13/07/2011

VISTA DA CÂMARA MUNICIPAL DE LOURENÇO MARQUES, 1969

Vista da Câmara Municipal de Lourenço Marques para Sul, 1969. Foto da Sra Lindsay Bridge, penosamente restaurada por mim. Mas acho que valeu a pena. Para ver em (muito) maior detalhe, prima na fotografia com o rato do seu computador.

02/07/2011

A SÉ CATEDRAL DE LOURENÇO MARQUES, ANOS 60

Peço desculpa, tenho maningues destas. Mas fazem parte da colecção.

A Catedral de LM.

Sé Catedral e Monumento a Mouzinho.

30/06/2011

A PRAÇA MOUZINHO DE ALBUQUERQUE EM LOURENÇO MARQUES, ANOS 60

A Praça Mousinho de Albuquerque, anos 60. Consta-me que quando começaram as hostilidades, mandou-se colocar no passeio aquela frase "Aqui é Portugal". A Praça, que hoje se designa da Independência, já não tem a estátua equestre de Mouzinho de Albuquerque e parece que vai ser alvo de uma profunda alteração, mais condicente com a actual conotação.

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: