THE DELAGOA BAY WORLD

15/05/2018

ANTÓNIO AUGUSTO PEREIRA CABRAL

Filed under: António Augusto Pereira Cabral — ABM @ 00:43

Imagem de Vera Cabral Esquível, neta de António Augusto Pereira Cabral, retocada.

 

A ligação da Família Cabral a Moçambique é forte mas tem sido pouco estudada. António Augusto Pereira Cabral (foto em cima, tirada na segunda década do Séc.XX) foi Secretário Civil do Governo de Inhambane (nomeado antes de José Cabral, seu irmão,  ter sido nomeado Governador de Inhambane). Em 1910 António Augusto publicou uma codificação dos usos e costumes das populações de Inhambane. Em 1915 foi nomeado Director de Serviços dos Negócios Indígenas, lugar que viria a ocupar durante os cerca de vinte anos seguintes e que ainda ocupava quando José Cabral (Lamego, 10 de julho de 1879 — 1 de julho de 1956) foi nomeado Governador-Geral por João Belo, então o último Ministro das Colónias da primeira república, cargo que ocuparia entre 1926 e 1938, após o que foi nomeado Governador-Geral do Estado da Índia (até 1945).  António Augusto Pereira Cabral foi Pai de Augusto Pereira Cabral e de Fernando Pereira Cabral. O primeiro foi director e um dos responsáveis pelo espólio do Museu de História Natural, dantes Álvaro de Castro e que dirigiu entre 1979 e a sua morte em 2006. Fernando Cabral era taxidermista, com cursos de taxidermia tirado no Instituto Smithsonian, nos Estados Unidos, bem como de museologia e de moldes. 

 

Para mais informação sobre os Cabral, ver aqui.

Para um entendimento mais crítico (e algo surreal) dos (ainda mais surreais) “negócios indígenas”, ler aqui. Entre outras preciosidades que hoje arrebitam o olho, há o caso da codificação da regulamentação dos usos e costumes dos indígenas de Inhambane que em 1911 …..foi mandado aplicar em toda a colónia de Angola! (ver nota 45 no fim da página 135). 

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: