THE DELAGOA BAY WORLD

28/04/2020

FILIPE BRANQUINHO E UM OLHAR A ALGUMA ARQUITECTURA DE LOURENÇO MARQUES

Imagens retocadas, com vénia a Filipe Branquinho e a Magninim.

 

O fotógrafo moçambicano Filipe Branquinho. As côres são minhas.

 

A plateia do Cine-Teatro Gil Vicente.

 

Interior do Cine-Teatro Manuel Rodrigues.

 

Lavabo penso que do Manuel Rodrigues.

 

Outra imagem que penso ser de um dos lavabos do Manuel Rodrigues.

 

Fachada principal do Hospital Central Miguel Bombarda.

 

A piscina da Associação dos Velhos Colonos de Moçambique.

 

A fachada principal do, originalmente Templo Maçónico de Lourenço Marques, mais tarde a Escola Sá da Bandeira e depois Escola Industrial.

 

O Auditório do Liceu Salazar.

 

A fachada dos antigos Casino Costa depois o Dancing Aquário (que se mudara do Varietá), na Rua Araújo.

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: