THE DELAGOA BAY WORLD

15/10/2017

LANÇADO EM CASCAIS O LIVRO “LOURENÇO MARQUES” EDITADO POR JOÃO MENDES DE ALMEIDA

Numa concorrida cerimónia, realizada no Centro Cultural de Cascais, ontem, 14 de Outubro de 2017, um dia de sol e temperaturas de verão (30 graus Celsius), centenas de pessoas, muitas com laços pessoais e afectivos com Moçambique, compareceram para a breve cerimónia de lançamento de Lourenço Marques – a Mais Bonita Cidade Africana do seu Tempo, editada pelo Dr. João Mendes de Almeida.

A obra é invulgar pela sua dimensão e contexto editorial (700 páginas, mais que mil fotografias e a recolha de diversos testemunhos por parte de antigos residentes da Cidade).

João Mendes de Almeida, esquerda, posa com a Senhora Deputada no Parlamento de Moçambique, Dra. Ivone Soares (Renamo), que se encontra de visita de trabalho a Portugal e que visitou brevemente o Centro Cultural de Cascais, para o lançamento da obra e onde foi recebida por todos respeitosa e afectuosamente.

João Mendes de Almeida nasceu em Guimarães, Portugal, foi levado pelos pais para Moçambique com meses e cresceu em Lourenço Marques (Maputo, desde 1976). Entre outros cargos de relevo, o seu Pai foi Presidente da Câmara Municipal da Cidade. É um conceituado médico de otorrinolaringologia e reside há vários anos na Cidade do Funchal,  na Ilha da Madeira, para onde foi residir uns anos após sair de Moçambique, na sequência dos eventos que precederam a Independência e a instauração de uma ditadura comunista pela Frente de Libertação de Moçambique em 1974 e que resultaram na saída em massa da esmagadora maioria da população branca de origem portuguesa daquele território. Na altura estava a começar o último ano do curso de medicina na Univeridade de Lourenço Marques, mas que acabou em Portugal.

Aficionado de carros, possui uma interessante colecção de viaturas antigas e há uns anos editou uma outra obra monumental e uma referência, sobre a história do desporto automóvel em Moçambique antes da Independência.

Eduardo Horta, esquerda, antigo campeão de natação de Moçambique e que contribuiu com textos sobre natação e pesca submarina, observa o livro agora lançado com Manuela Botelho de Melo, à direita. Eduardo Horta nadou nos Velhos Colonos e fez pesca submarina, principalmente no Clube Naval de Lourenço Marques.

 

22/09/2017

“LOURENÇO MARQUES”, OBRA MONUMENTAL DE MENDES DE ALMEIDA, LANÇADA EM CASCAIS A 14 DE OUTUBRO

O Dr. João Mendes de Almeida, que há alguns anos compôs e editou uma magistral história do desporto automóvel em Moçambique, anunciou, esta semana, o lançamento da que poderá vir a ser considerada, juntamente com o conjunto da obra de Alfredo Pereira de Lima, parte das referências definitivas sobre a actual capital de Moçambique no período sob administração portuguesa.

A monumental obra a ser posta à venda a partir de 14 de Outubro com uma cerimónia de lançamento, nesse dia, no Centro Cultural de Cascais, Portugal, pelas 17 horas.

Com cerca de 700 páginas e não menos que 1400 fotografias, muitas delas inéditas e de grande qualidade, a obra, cujo título é Lourenço Marques – A Mais Bonita Cidade Africana do Seu Tempo, pretende ser um registo exuberante e exaustivo do que foi Lourenço Marques, nas mais diversas facetas, contando com os testemunhos de várias personalidades, quase todas conhecedoras em primeira mão dos assuntos sobre os quais versam.

Para alguém que se debruça sobre a temática moçambicana há alguns anos, como tem sido este pequeno blogue, este é sem dúvida um evento, um ponto alto no registo público e documentação de uma realidade que o tempo, a passagem das gerações e as interpretações mais diversas dessa realidade, contribuem, naturalmente, para a sua mistificação, positiva e negativa.

Nesse sentido, este trabalho pretende ser em discurso directo de e para quem viveu e fez parte da vida da Cidade de Lourenço Marques. Para além da sua componente memorial, em texto e imagens, quase enciclopédica, ali se pode encontrar imensa informação pouco conhecida sobre a Cidade e sobre os que nela viveram e sobre o que se fez.

Para quem apreciou a experiência de ter vivido em Lourenço Marques, e quiser dar disso testemunho às gerações seguintes, para quem estuda a História de Moçambique, e de Maputo, ler e ter esta obra de João Mendes de Almeida é quase tarefa obrigatória. E, certamente, um prazer.

O meu Caro José Viegas gentilmente remeteu a informação sobre o acesso à obra:

Como adquirir o livro LOURENÇO MARQUES – A Mais Bonita Cidade Africana do Seu Tempo!

Preços:

– No dia da Apresentação – 50,00 Euros

– Depois da Apresentação – 62,50 Euros.

Forma de os obter:

– Na área de Lisboa – Livraria Agepress (do nosso conterrâneo Carlos Sousa) – Carcavelos – Telefone – (351) 968 151 652 ou através dos emails:

Carlos Eduardo Sousa – ced.sousa@agepress.mail.pt ou

João Mendes Almeida – jmendesdealmeida@gmail.com

 

PS – eu vou estar na cerimónia em Cascais no dia 14 de Outubro de 2017 no Centro Cultural de Cascais pelas 17 horas. Como não podia deixar de ser.

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: