THE DELAGOA BAY WORLD

05/10/2018

O FORTE DE SÃO CAETANO EM SOFALA, FINAL DO SÉCULO XIX

Filed under: Sofala - Forte de São Caetano — ABM @ 00:30

 

O Forte de São Caetano em Sofala, final do Século XIX. Visitada por Pêro da Covilhã por terra em 1489, foi identificada como o ponto de ligação com o mar do ouro minado na zona de Manica. Erguido cerca de 1505 por ordem da Coroa portuguesa e após um hespanhol, Pero da Naia, ter obtido o ok de um chefe local, dele hoje já só restam as suas fundações. Foi o segundo ponto na costa que os portugueses se estabeleceram, depois de Quíloa (na actual Tanzânia) que foi ocupada uns meses antes. Mas o negócio secou, as areias tornavam perigosa a navegação, os portugueses ali caíam que nem tordos por causa da malária e eventualmente os portugueses abandonaram o local, após Vasco Gomes de Abreu ter, em 1507, capturado uma ilhota mais ao Norte, considerada mais salubre, sustentável e defensável, chamada Moçambique.

 

Escreveu Luis de Camões:

“Esta ilha pequena, que habitamos,
em toda esta terra certa escala
De todos os que as ondas navegamos
De Quíloa, de Mombaça e de Sofala;
E, por ser necessária, procuramos,
Como próprios da terra, de habitá-la;
E por que tudo enfim vos notifique,
Chama-se a pequena ilha Moçambique.

(em Os Lusíadas, Canto I, Estrofe 54)

e

«Deixando o porto, enfim, do doce rio
E tornando a cortar a água salgada,
Fizemos desta costa algum desvio,
Deitando pera o pego toda a armada;
Porque, ventando Noto, manso e frio,
Não nos apanhasse a água da enseada
Que a costa faz ali, daquela banda
Donde a rica Sofala o ouro manda.

(em Os Lusíadas, Canto V, Estrofe 73)

e ainda no Canto X, Estrofe 94:

«Olha as casas dos negros, como estão
Sem portas, confiados, em seus ninhos,
Na justiça real e defensão
E na fidelidade dos vizinhos;
Olha deles a bruta multidão,
Qual bando espesso e negro de estorninhos
Combaterá em Sofala a fortaleza,
Que defenderá Nhaia com destreza.

Aqui tem mais uns dados sobre Sofala.

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: